Analógico

Analógico: Imersão e Ludonarrativa - a importância da coesão interna entre os elementos de jogo

A cada ano que passa, vemos desenvolvedores entusiasmados comentando sobre uma nova era de jogos imersivos. Durante eventos como a E3 e a ... (por Alex Campos em 09/03/2013, via PlayStation Blast)

A cada ano que passa, vemos desenvolvedores entusiasmados comentando sobre uma nova era de jogos imersivos. Durante eventos como a E3 e a TGS (Tokyo Game Show), somos bombardeados por imagens e vídeos exibindo novos conceitos e tecnologias - tudo para demonstrar “experiências nunca antes possíveis”. Garantir uma experiência mais imersiva costuma servir como um jargão de justificativa para toda sorte de investimentos em produções megalomaníacas, sendo que alguns desenvolvedores chegam a citar a contagem de polígonos como raiz da falta de emoção nos games. Será? Descubra no GameBlast.
Alex Campos é graduando em Produção Sonora pela UFPR. Trabalha como músico freelancer e participa ativamente no cenário de jogos indie nacionais. Estuda por diversão sobre a indústria de games e está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook