Stage Select: Limbo (DmC: Devil May Cry)

Um dos pontos mais elogiados de DmC: Devil May Cry é a sua impecável direção de arte, com cenários espetaculares e efeitos vibrantes, os m... (por João Pedro Meireles em 30/03/2013, via PlayStation Blast)

Um dos pontos mais elogiados de DmC: Devil May Cry é a sua impecável direção de arte, com cenários espetaculares e efeitos vibrantes, os mesmos conseguem encantar e impressionar o jogador a cada nova partida. Esses ambientes, entretanto, não são todos do jogo, mas sim do Limbo: o mundo onde Dante trava todas as batalhas do game. Controlado pelos demônios e paralelo a nossa realidade, esse mundo mostra toda a distorção e o controle que Mundus e seus servos aplicam sobre a humanidade.
João Pedro Meireles é graduando em Engenharia de Computação na UFRGS. Viciado em jogos, em especial Mobas e RTS, passou boa parte da vida jogando-os e pesquisando sobre aqueles que não teve tempo de jogar, o que o levou a virar redator do PlayStation Blast.
Este texto não representa a opinião do PlayStation Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook