Top 10

10 coisas que aprendi jogando The Last of Us

“A mente que se abre para uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”. Foi o que Albert Einstein disse certa vez. E ele estava ... (por Rodrigo Bitencourt em 10/10/2013, via PlayStation Blast)

“A mente que se abre para uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”. Foi o que Albert Einstein disse certa vez. E ele estava certo. O conhecimento é valioso, nos faz crescer intelectual e socialmente. Podemos aprender algo novo em tudo: em um verso de música, no aconselhante trecho de um livro, na impactante cena de um filme ou na emocionante experiência de se jogar um jogo de videogame. Aprendemos a tirar moedas de tijolos? Morrer e então renascer no checkpoint? Não. Mas podemos aprender algumas lições de vida valiosas com o excelente e pós-apocalíptico The Last of Us.

10. Dinheiro não é tudo

"Espera, eu tenho dinheiro, posso te pagar e ... - KRACK!!"
O que move o mundo é o dinheiro, mas nunca deixe o dinheiro mover você. Não a ponto de esquecer o que importa mesmo: a felicidade. Parece papo de livro de auto-ajuda cheio de clichês e pieguices, mas às vezes a verdade é simples e vem carregada deles. O dinheiro é necessário, mas não é tudo nessa vida. Ainda mais em um mundo pós-apocalíptico onde a economia morreu. Se você não quiser ser o próximo a morrer, é bom pensar em novas maneiras de sobreviver, porque o dinheiro não vai salvar você.

09. Seja discreto

Ninguém gosta de espertinhos e exibicionistas. Não se vanglorie de suas conquistas e nem tire vantagem dos outros por isso. Deixe que as pessoas venham até você e mostrem admiração por seu feitos, seja humilde e mantenha sempre o pé no chão. Ser discreto também vai ser uma obrigação, caso você queira sobreviver mais de uma semana em um mundo repleto de ameaças como runners, clickers e caçadores. Você com certeza não vai querer chamar a atenção de nenhum deles. Confie em mim.

08.Toda história tem dois lados 

O rei, insatisfeito e sem paciência, mandou cortar o bebê ao meio, pois não sabia qual das “mães” falava a verdade sobre seu dito filho. Diante dos fatos, a verdadeira mãe se revelou. Vocês se lembram dessa história? Então, vivemos em um mundo onde toda história tem dois lados, um falso e outro verdadeiro. Em The Last of Us somos apresentados a duas facções diferentes, que se formaram após o fim do mundo: os Caçadores e os Vaga-lumes. Cada um dos lados têm a sua história e luta pela sua causa. Difícil escolher um lado? Bom, às vezes não se trata somente sobre a verdade ou a mentira, mas em qual verdade você quer acreditar. Boa sorte.

07. Improvisar é uma arte 

Não há nada que um pouco de criatividade e fita tape não resolvam
Já fez uma mudança? Ficou sem o dinheiro do ônibus para voltar pra casa? Deu tilt na impressora do trabalho? A vida é repleta de momentos inesperados e é aí que você vai ver se tem a arte do improviso ou não. Saber se virar com o mínimo de recursos disponível pode salvar o seu projeto de ciência no colégio ou salvar a sua pele também. Pode acreditar, com aquele machado improvisado com um taco de baseball, tesoura e um pouco de fita tape, duvido alguém querer se meter com você.

06. Quem guarda tem 

"Ainda bem que eu guardei munição ...quer dizer... Droga!" 
Nada mais confortável do que saber que você ainda tem um pente de balas para enfrentar os inimigos que cercam a próxima sala, aquela que fica próxima a saída, não é mesmo? Pena que você gastou ele na sala anterior, não lembra? Essa lição é milenar: quem guarda tem. Saiba a hora de usar suas habilidades e energia, de aplicar suas economias para viajar pelo mundo ou comprar um novo videogame, de reler a sua coleção de livros, aquela que você guardou com tanto carinho. Essa vale até para aquele bombom que você ia comer depois do almoço, mas guardou para o final da tarde.

05. Escolha em quem confiar 

"Eu agradeço, mas não quero ser sua amiga. Adeus!" 
A vida vai presentear você com inúmeras amizades, você vai conhecer gente, contará segredos, confidências e sonhos. Você também não irá querer se arrepender, então escolha bem em quem confiar, escolha bem as suas amizades. Escolha como se a sua vida dependesse disso, que no caso, num mundo pós-apocalíptico, depende mesmo. Você não vai querer virar o melhor amigo de um psicopata assassino canibal, não é mesmo? Depois não diga que eu não avisei.

04. Nade ou durma com os peixes 

"Lembre-me de te ensinar a nadar depois, Ellie. Por favor!" 
Primeiro um braço, depois o outro, mexa as pernas, pegue impulso, mantenha a calma e prenda a respiração. Não pode ser tão difícil assim. Quando o mundo como nós conhecemos for por água abaixo, com o perdão do trocadilho, é bom você saber nadar. Você não vai querer que o seu amigo precise achar um pedaço de madeira bom o bastante para flutuar na água, com você em cima para atravessar rios e outros obstáculos, vai? Essa lição também vale para aquelas idas à praia, caso você queira dar um bom mergulho no mar sem medo.

03. Nada dura para sempre 

Tudo que começa tem o seu fim. Inevitavelmente. Ainda mais em um jogo pós-apocalíptico como The Last of Us, cheio de surpresas e momentos de suspense. Aconselho você a não se apegar tanto assim aos personagens. Evite os laços emocionais e, assim como o Joel, seja forte. Já para a vida, essa de verdade, eu aconselho o contrário. Aproveite cada momento o máximo possível e viva cada um deles com as pessoas que você ama ao seu redor. Porque assim como o jogo tem o seu fim, a vida também. E é melhor fazer cada minuto dela valer a pena.

02. A esperança é a última que morre  

The Last of Us, apesar de ser um jogo sobre o fim do mundo, é um conto de esperança. Ou melhor, do renascimento da esperança. Joel era esse cara amargurado e maltratado pelo tempo, e nós não podemos culpar o coitado, sabemos pelo que ele teve que passar. Até que um dia, o seu caminho cruza o de Ellie. A garota é um novo sopro de esperança, não somente para Joel, mas para a humanidade.

É tudo uma questão de saber procurar a esperança no lugar certo. Se ela é a última que morre e você ainda está respirando, bom, então ela está em algum lugar esperando por você.

01. Aprenda a se perdoar 

Você vai errar. Vai tropeçar e cair de cara no chão. Vai levantar e cometer mais erros. Vai errar, magoar os outros ou se magoar. A vida tem dessas coisas. Ela não é perfeita e nem você. É tudo uma questão de aprendizado. É tudo uma questão de saber a hora de levantar e começar de novo. É preciso aprender a se perdoar. Para seguir em frente com nossos erros, precisamos nos responsabilizar por eles para só então sermos perdoados e nos perdoarmos. Não fique remoendo o que pode remoer você por dentro.

Pense pelo lado positivo, você não teve que decidir entre a sua vida e a de outros, como o Joel em The Last of Us. Pelo menos eu espero que não.

E você, amigo leitor? Aprendeu alguma coisa jogando The Last of Us? Acha que faltou algo nesse Top 10? Então, conhecimento foi feito para ser compartilhado. O espaço aí embaixo é todo seu! 

Revisão: Jaime Ninice 
Capa: Sybellyus Paiva
Rodrigo Bitencourt atualmente joga videogame para escrever e escreve para jogar videogame. Entre um checkpoint ou outro você pode encontrá-lo no Facebook, Twitter e MyPST.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook