Hands-on

Tiroteios frenéticos em cenários maravilhosos em Killzone: Shadow Fall (PS4)

Killzone: Shadow Fall é o jogo mais esperado de toda a robusta line-up de lançamento do PlayStation 4, e não é para menos! Prometendo u... (por Gabriel Vlatkovic em 27/10/2013, via PlayStation Blast)


Killzone: Shadow Fall é o jogo mais esperado de toda a robusta line-up de lançamento do PlayStation 4, e não é para menos! Prometendo uma revolução gráfica na franquia, robustos modos multiplayer e uma campanha single player consistente, a Guerilla está apostando todas as suas fichas no retorno de sua mais bem sucedida série, que em breve nos renderá seu primeiro título no novo e fantástico console da Sony. Na BGS deste ano, tivemos a chance de testar o modo multiplayer do jogo e não poderíamos estar mais empolgados!


Velha franquia, novo visual!

O time blástico iniciou a batalha em um local escuro que parecia ser uma caverna. Neste momento já dava para notar a qualidade gráfica do jogo, que apresentava texturas em altíssima definição e efeitos de iluminação belíssimos. Mas foi ao caminhar um pouco que descobrimos todo o potencial gráfico do PlayStation 4. Quando menos esperávamos, nos deparamos com a saída do ambiente fechado, que nos levou até um lindíssimo gramado cortado por um riacho. Neste momento foi difícil não permitir que o queixo caísse.

Eis o campo de batalha!
Os raios de sol refletiam em nossas armas, flores de todas as cores se integravam ao ambiente, que possuía alguns contêineres destruídos e o riacho... Ah, o riacho! Nunca, em toda a minha vida de jogador, presenciei tamanha qualidade nos efeitos de reflexo e movimentação de um ambiente com água. Tudo parecia orgânico e integrado ao cenário, que podia ser visto em toda sua extensão sem perder o nível de detalhamento. Era tudo tão lindo que eu até havia esquecido o que estava fazendo lá, e que um time de Helghasts estava a minha procura. Quando lembrei, levei um tiro bem no meio da cara. Traumas à parte, finalmente retomei minha consciência e resolvi partir com tudo contra o time adversário, mesmo que minha vontade real fosse apenas admirar um pouco mais a paisagem.

Jogabilidade refinada

O modo multiplayer de Shadow Fall é bastante rápido e fluido, seguindo os passos dos títulos anteriores da franquia. Em relação aos antecessores, não notei grandes diferenças no modo de jogar, mas o novo DualShock se mostrou um controle muito versátil e confortável. Os controles eram intuitivos e precisos, e não precisei de mais do que dois minutos para me acostumar com as novas alavancas analógicas do controle, que são muito mais ergonômicas e confortáveis do que as do bom e velho DualShock 3. Em cinco minutos de partida, lutamos batalhas grandiosas e imprevisíveis, nas quais quem possuísse os melhores reflexos sempre conseguia se sair melhor. Obviamente, a equipe do PlayStation Blast se saiu vitoriosa, mesmo que fôssemos apenas três guerreando contra quatro preparados adversários!

Acreditem, o jogo é lindo assim!

Falta pouco!


Killzone: Shadow Fall era o jogo mais belo da feira e, pelo que nos foi apresentado, era também o mais promissor. Com um modo multiplayer fluido, divertido e frenético, o título provavelmente será o primeiro grande sucesso do PlayStation 4. Nos resta agora saber se o modo para um jogador será tão incrível quanto o que testamos, mas pelo o que já foi divulgado até agora, talvez seja ainda melhor!

Revisão: Samuel Coelho
Capa: Daniel Machado
Gabriel Vlatkovic é economista formado pela Unicamp. Trabalha como Analista de Finanças e joga videogames há quase vinte anos. Adora ouvir música, assistir a filmes e seriados e discutir a Timeline de Zelda. Quando não está trabalhando, está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook