Vem aí

Prévia: Toque, corte e transforme o incrível mundo de papel de Tearaway (PS Vita)

Giroscópio, tela sensível ao toque, microfone e touchpad traseiro são alguns dos vários recursos do Vita. Infelizmente poucos jogos util... (por Farley Santos em 18/11/2013, via PlayStation Blast)

Giroscópio, tela sensível ao toque, microfone e touchpad traseiro são alguns dos vários recursos do Vita. Infelizmente poucos jogos utilizam estes mecanismos de formas significativas e criativas. A desenvolvedora Media Molecule, responsável pela série LittleBigPlanet, promete mudar este cenário com Tearaway. O conceito principal do título de aventura é centrado justamente no uso das inúmeras funções do portátil.

Uma mensagem para você

A ideia inicial da Media Molecule com Tearaway era um jogo estilo sandbox, no qual o jogador seria livre para explorar, sem um objetivo muito definido. Pouco a pouco, o foco foi mudando e o título tornou-se em uma aventura que mistura trechos de plataforma e resolução de puzzles. O mundo de Tearaway é feito de estruturas de papel dobrado e enrolado, baseado em papercraft — técnica de construção de objetos tridimensionais parecida com origami. Modelos reais dos objetos e personagens foram construídos pela equipe de desenvolvimento para que o resultado fosse o melhor possível.


O protagonista da aventura é o mensageiro Iota (ou Atoi, sua versão feminina), que é um envelope dobrado e que tem como missão entregar uma mensagem especial para um ser divino — ou seja, o jogador. A desenvolvedora diz que a história vai afetar cada pessoa de maneira diferente e que as mensagens da aventura têm inúmeras interpretações. A promessa é que a campanha seja longa e repleta de surpresas.

Mudando o mundo

Por ser uma entidade divina, o jogador interage e modifica o mundo de maneiras incomuns. Controlar Iota se dá por meio dos botões e alavancas do console, já a interação com o mundo é feita através das outras características do Vita. A principal delas é transportar seus dedos para a terra de papel de Tearaway: ao tocar o painel de toque traseiro do portátil, dedos gigantes aparecem magicamente no cenário. Por meio disso, é possível atacar inimigos e resolver puzzles. Observe um exemplo: em um momento Iota encontra um rolo de papel que não consegue mover sozinho. Sem problemas! Basta usar o dedo e rolar o objeto até a posição desejada. São inúmeros os usos do poder das pontas dos dedos.


Já a tela de toque serve para dobrar, cortar, enrolar e modificar os elementos do cenário. Com um simples movimento de dedos, é possível, por exemplo, esticar pontes, cortar tiras de papel e mover objetos. O giroscópio e câmera não ficam de fora: inclinar o console faz com que plataformas se movimentem, enquanto a câmera serve para transportar texturas do mundo real para o universo do jogo. O jogador também faz parte do cenário: o sol de Tearaway exibe o rosto de quem está jogando.


Customizando e compartilhando

Um mundo tão rico e vibrante como o de Tearaway não estaria completo sem customização. Confeti está espalhado pela aventura, que pode ser trocado por itens para customizar o protagonista Iota. O mais interessante é que o jogador tem muita liberdade em como aplicar estes itens: um olho pode ser aplicado na perna do personagem ou plantas podem ser colocadas nos braços, por exemplo. É possível até criar alguns objetos por meio das ferramentas oferecidas pelo título. A desenvolvedora pretende abrir também uma página na internet para que todos os jogadores compartilhem suas criações por meio de fotos e postagens, com direito a modelos de papercraft para imprimir e montar.

Uma aventura promissora

Tearaway tem tudo para ser um dos destaques do PS Vita. Além de um mundo vibrante e inusitado, o título promete utilizar a maioria dos recursos do portátil de maneira significativa e interessante. Iota e o jogador irão superar os desafios juntos, em uma aventura cuja jogabilidade imersiva só é possível devido à combinação da tela de toque e painel traseiro de toque. A diversão poderá ser compartilhada por meio da página de comunidade do jogo, onde possivelmente veremos muitas criações criativas. E vocês, o que esperam de Tearaway?

Tearaway — PS Vita
Desenvolvimento: Media Molecule
Gênero: Aventura
Lançamento: 22 de novembro de 2013
Expectativa: 3/5
Revisão: Alberto Canen
Capa: Leonardo Correia
Farley Santos é brasiliense e gosta de explorar games obscuros e pouco conhecidos. Fã de Yoko Shimomura, Yuzo Koshiro e Masashi Hamauzu, é apreciador de boardgames, game music, fotografia e livros. Além de mostrar seus cliques no Flickr, tem também um blog onde escreve sobre inúmeros assuntos.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook