Hashino diz que Persona 5 (PS3) será um jogo sobre liberdade

Desde que a Atlus anunciou Persona 5 no final do ano passado, poucas informações a respeito do jogo foram liberadas. Mas para diminuir um... (por Chibieska em 07/02/2014, via PlayStation Blast)

Desde que a Atlus anunciou Persona 5 no final do ano passado, poucas informações a respeito do jogo foram liberadas. Mas para diminuir um pouco da ansiedade dos fãs, Katsura Hashino, diretor do título, comentou sobre o conceito do novo jogo da franquia.

Em entrevista a revista japonesa Persona Magazine, Hashino disse que o jogo irá trabalhar com conceitos de liberdade. Segundo ele, o mundo atual é composto por pessoas entediadas e descontentes com suas vidas e que o jogo quer proporcionar as pessoas uma liberdade que elas não têm no mundo real.
"As pessoas estão em um beco sem saída, acorrentadas a um mundo do qual elas se ressentem, mas eu quero que essas pessoas possam atingir a sensação de liberdade através do jogo.”
Hashino acrescentou que as correntes mostradas na imagem de Persona 5 representam a imobilidade, as pessoas que são incapazes de se mover em suas vidas atuais e que a ideia do estúdio é fazer com que o jogador possa dar um passo adiante.

Mas apesar de todos esses conceitos de liberdade e autoconhecimento, Hashino salienta que Persona 5 é só um jogo, e que embora possa ser usado para as pessoas refletirem, ele é, antes de tudo, uma obra de entretenimento e que seu objetivo principal é divertir.

Persona 5 será lançado para PlayStation 3 no final do ano.

Fonte: Gematsu
Chibieska escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook