Blast World Cup, a Copa do Mundo dos Videogames: Seleção da Sony

Confira no nosso especial as seleções das gigantes dos videogames para o maior confronto dos gramados digitais,seguindo com a Sony.


A cada quatro anos as melhores seleções de futebol do planeta se enfrentam para definir a grande campeã mundial. Este ano o maior evento do futebol acontece aqui, no Brasil. O país para pra ver o desfile dos maiores craques de cada seleção. Convocados depois de fazer uma ótima temporada em seus clubes, esses craques mostram suas habilidades e se confrontam pelos nossos gramados em busca da glória do título.

Entrando no clima competitivo da Copa do Mundo, nós do Blast imaginamos uma disputa semelhante: Blast World Cup 2014, onde as gigantes dos videogames entrariam em campo em mais uma lendária disputa, mas desta vez valendo o título de melhor seleção de futebol dos game, e agora é a  vez da Sony convocar seu time para a disputa e entrar no confronto com a seleção da Nintendo pelo título de melhor time de futebol dos videogames.


Goleiro: Colossus



Uma das mais famosas frases do repertório futebolístico, “Todo bom time começa por um grande goleiro”, tem sua veracidade confirmada com esse “cara”. Colossus, um dos personagens do aclamado game Shadow of Colossus, para PS2, é a muralha que vai fechar o gol da Sony nessa competição. O gigante será o paredão da Sony, dando confiança e tranquilidade para o restante do time. É difícil de imaginar alguém que vá conseguir passar pelo camisa 1 desse time.

Zagueiro: Nathan Drake



O exímio caçador, Natan, ficará responsável por liderar a defesa da Sony, atuando como zagueiro e defendendo o time dos ataques adversários, com força e destreza. Acostumado a enfrentar inimigos armados até os dentes de igual para igual, o camisa 3 da Sony terá trabalho duro nessa competição. Perspicaz e sempre pronto para ajudar o próximo, Nathan é daqueles jogadores que deixam o sangue em campo e não fogem do combate corpo-a-corpo.

Zagueiro: Knack



Completando a dupla de zaga da Sony, temos Knack. O versátil e poderoso zagueiro irá fazer companhia ao aventureiro caçador na empreitada de parar o ataque adversário. Uma das coisas legais em Knack é sua capacidade de crescer e se transformar de acordo com suas necessidade. Que tipo de poder será que o acumulo de grama trará para o nosso camisa 4? O que sabemos é que muito atacante vai tremer na base quando der de cara com esse sujeito.

Lateral: Ratchet



O dono da camisa 6 da seleção da Sony é o habilidoso e perspicaz Ratchet. O lateral irá precisar utilizar toda a sua habilidade e um imenso arsenal para frear as investidas dos atacantes rivais e, ao mesmo tempo, subir ao ataque para apoiar os contra-ataques. Ratchet é um jogador inteligente e eficiente, sendo de bastante ajuda para o equilíbrio entre ataque e defesa.

Lateral: Jak




Do outro lado do campo, vestindo a camisa 2 da seleção sonysta, convocamos Jak. O lateral é um típico herói, audacioso e atlético, tem a força e agilidade necessárias para apoiar e defender.

Volante: Sly Cooper



O esperto guaxinim descendente de uma grande linha de assaltantes mestres, Sly, foi o selecionado para vestir a camisa 5 da Sony. Atuando como volante, o esperto jogador usará suas habilidades e técnicas para roubar a bola dos adversários e armar as jogadas ofensivas, além de fazer a ligação entre a defesa e o ataque. Sua sutileza será uma grande arma para o time da Sony.

Volante: Joel



O segundo volante selecionado pela Sony para a disputa foi Joel. O experiente jogador é um daqueles tipos que se entregam em campo, fazendo valer a raça e disposição na hora da disputa. Em qualquer situação, ganhando ou perdendo, ele dará sua vida pelo time. Não é de se estranhar o fato de ser o capitão do time, orientando e incentivando os companheiros para a vitória. Joel veste a camisa número 8 da Sony.

Meio de campo: Sackboy



No meio de campo da Sony, vestindo a número 11, contamos com toda a versatilidade do “pequeno saco de juta, cheio de espuma e sorvete", Sackboy. Veloz, astuto, ágil e acostumado a resolver situações difíceis, o premiado armador usará sua experiência em grandes disputas para atormentar a vida do adversário.

Meia: Crash Bandicoot



Toda a mística que envolve a camisa 10 de um time de futebol parece ter sido uma das maiores surpresas do time da Sony. Mesmo afastado dos campos há algum tempo, o lendário Crash foi o escolhido para vestir o manto da Sony. Jogador de muito sucesso no passado, o excêntrico personagem que carregou o nome do time no passado foi chamado para comandar o ataque nessa competição. Velocidade, agilidade, destreza e a genialidade/loucura que se espera de um craque foram as características determinantes para o técnico chama-lo para o confronto. Não se tem dúvidas de suas qualidades, o que resta é esperar para ver se seu desempenho ainda será o mesmo de tempos atrás. Será que vale a aposta?

Meia: Spyro



Também responsável pela armação das jogadas ao lado de Crash, Spyro foi o selecionado para compor o meio de campo do time da Sony. O dragãozinho que veste a 7 da Sony será uma arma valiosa nessa competição. Veloz e muito forte, é no jogo aéreo que o antigo mascote que rivalizou com Crash no passado se destaca. É cruzar na área e contar com suas fortes cabeçadas em direção ao gol.

Atacante: Kratos



Para o ataque, o escolhido foi ninguém menos do que um dos mais avassaladores jogadores de todos os tempos: Kratos. Estampando o 9 nas costas, o lendário guerreiro usa da força bruta para destruir as defesas adversárias. Incrivelmente forte e mortalmente eficaz, esse centroavante vai tirar muitas vidas da defesa adversária. Sem duvidas é um dos candidatos a artilheiro da Copa.

Treinador: Solid Snake



Para comendar esse time de estrelas, temos o experiente Snake. Um dos mais famosos jogadores de todos os tempos, agora usa seu conhecimento dos gramados virtuais no comando do time da Sony. Estrategista, o treinador tem a seu favor uma mente capaz de resolver as mais diversas situações, seja qual for a ocasião. Veterano dos campos, o comandante conta, ainda, com pulso firme e experiência de causa para levar seus comandados ao título dessa Copa.
E você, caro leitor, o que achou da seleção da Sony? Alguém ficou de fora? Quem vocês escalariam para as seleções rivais?
Revisão: José Carlos Alves
Capa: Bruno Feltran 

Ítalo Chianca escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook