Blast Battle

Gráficos ou impacto inicial? Comparamos as duas versões de The Last of Us (PS3/PS4)

Com o relançamento de The Last of Us no PlayStation 4, comparamos as duas versões para definir qual das duas é superior!


Lançado na semana passada, The Last of Us Remastered foi bastante criticado por parecer mais uma forma de tirar dinheiro fácil dos jogadores sem muito esforço. E não é para menos, já que a versão original do jogo foi lançada há pouco mais de um ano para o PS3. Apesar deste problema, Remastered é um jogo incrível e consegue ter seus próprios méritos mesmo diante de tantas críticas. Mas qual das duas versões se sobressai? O refinamento de uma versão remasterizada é capaz de superar o choque inicial do lançamento de um clássico? Vamos descobrir agora!


Impacto inicial

Quando The Last of Us foi lançado em maio do ano passado, todos foram surpreendidos pelo nível da superprodução da Naughty Dog. Contando com gráficos maravilhosos, um enredo  belo e profundo e um enorme refinamento em sua jogabilidade, o título rapidamente se tornou não apenas um dos melhores já lançados no console da Sony, mas também em qualquer outro na história. Com inúmeras notas máximas em diversas publicações de renome, o jogo faturou o título de jogo do ano em quase todos os veículos especializados.


Ao contrário da versão lançada para o PS3, The Last of Us Remastered foi recebido com ceticismo por quase todo mundo. Mesmo com a promessa de gráficos melhorados, mais conteúdo e funcionalidades exclusivas do PS4, o jogo não causou nenhum impacto, nem ao ser anunciado e nem ao ser efetivamente lançado e, por melhor que seja a nova versão, ela não foi capaz de encantar da mesma forma que o jogo do ano passado foi.

Vencedor: The Last of Us (PS3)

Conteúdo

Contando com uma campanha muito extensa e um modo multijogador robusto, The Last of Us ainda recebeu diversos conteúdos extras durante o ano de 2013. Desde o excelente conteúdo para um jogador, Left Behind, até uma série de mapas para competições online, a Naughty Dog soube como continuar entregando conteúdo de qualidade para os jogadores para que eles se mantivessem presos ao jogo mesmo um ano depois de seu lançamento.


Neste ponto, Remastered foi lançado com vantagem em relação ao jogo de PS3. Custando 50 dólares e com todos os DLCs inclusos, o jogo oferece muito mais do que o jogo original por muito menos dinheiro, já que para comprar todos os conteúdos no PS3 o jogador deve desembolsar uma boa quantia não necessária em Remastered.

Vencedor: The Last of Us Remastered (PS4)

Gráficos

Eis o ponto mais polêmico desta disputa: se por um lado temos o jogo mais bonito de uma geração, de outro temos apenas a ponta do iceberg de um console nascente. The Last of Us já era um game belíssimo no PS3; Remastered usa os detalhes como vantagem para tornar a experiência ainda mais bonita para os jogadores.


Contudo, como disse, a versão para PlayStation 3 impressionou a todos com o nível atingido em um console chegando ao fim da sua vida, e isso é um grande mérito para o jogo se considerarmos que o console já havia apresentado pérolas visuais como Uncharted 3: Drake´s Deception e Beyond: Two Souls.


Apesar de ser mais belo no PS4, o jogo não chega a impressionar por não ser um enorme salto em relação ao jogo de PS3 e ainda por não chegar nem perto de utilizar todo o poder de fogo do novo console da Sony. Sendo assim, temos um jogo que, em sua versão graficamente pior, é o mais bonito de sua geração enquanto o melhor mostra pouco do que um novo console é capaz.

Vencedor: Empate

Jogabilidade e funcionalidades extras

No PS3, a Naughty Dog utilizou todo o poder do console para oferecer uma experiência perfeita para os jogadores. Contando com controles extremamente precisos e uma jogabilidade muito gostosa, o jogo também conquistou os jogadores por, apesar de complexo, ser fácil de ser jogado. Contudo, o jogo não contava com nada que não fosse pressuposto de um jogo de videogame.


Em Remastered, o PS4 teve suas funcionalidades novas aproveitadas pela desenvolvedora. A jogabilidade em si é idêntica à vista no PS3, mas agora também é possível utilizar o Photo Mode para compartilhar screenshots muito bem produzidas pelas redes sociais. Com um grande nível de customização, o modo permite que o jogador capture os belos momentos do jogo e altere o ângulo da fotografia, aplique filtros e edite a imagem da forma que quiser para, instantaneamente, compartilhá-la utilizando a função share do console. Pode não ser algo que revolucione a experiência, mas é um detalhe que torna a nova versão superior à original neste quesito.

Vencedor: The Last of Us Remastered (PS4)

Custo-benefício

O PlayStation 3 está no mercado desde 2006 e já é bastante acessível para jogadores de todo o mundo, e jogar a primeira versão de Last of Us é bem mais fácil do que jogar Remastered. O PlayStation 4 é um console novo que ainda é inacessível para muitos, sendo que, no Brasil, o aparelho custa oficialmente nada menos do que 4000 reais.


Apesar das funcionalidades extras e dos gráficos melhorados, The Last of Us Remastered está longe de ser um bom motivo para se adquirir o novo console da Sony, e quem já jogou o game no PlayStation 3 não tem motivos para comprar um novo console apenas para jogar de novo o mesmo título com algumas poucas novidades.


Apesar de contar com todos os DLCs, Remastered não é um bom investimento para muitos jogadores, e acaba sendo uma opção apenas para os que já tinham o PS4 por outros motivos e nunca haviam jogado o título no PS3. Caso você queira comprar um console para jogar The Last of Us, considere primeiro o PS3, já que além de pagar mais barato, terá acesso a uma biblioteca imensa de jogos incríveis, o que ainda está longe de acontecer no PS4.

Vencedor: The Last of Us (PS3) e PlayStation 3

Conclusão

Seja no PS3 ou no PS4, The Last of Us é inegavelmente um dos melhores jogos já feitos. A versão lançada este ano pode ser superior em vários quesitos pontuais, mas nada tira o brilho do impacto de um novo jogo revolucionário sendo lançado pela primeira vez. Remastered é uma excelente oportunidade para que os novos donos de PS4 que não possuíram um PS3 joguem esta pérola, mas não é diferente o bastante do jogo lançado no ano passado para justificar uma nova compra das pessoas que já jogaram.


No fim das contas, não importa qual das duas versões é melhor, já que o jogo por si só já é o melhor dos últimos anos. Portanto, não se importe muito com a versão que vai jogar, simplesmente escolha a mais acessível e aproveite, pois jogos assim não saem toda hora.

Vencedor: Empate
Revisão: Vitor Tibério
Capa: Diego Migueis
Gabriel Vlatkovic é economista formado pela Unicamp. Trabalha como Analista de Finanças e joga videogames há quase vinte anos. Adora ouvir música, assistir a filmes e seriados e discutir a Timeline de Zelda. Quando não está trabalhando, está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook