Jogador processa Sony por propaganda enganosa de Killzone: Shadow Fall

Americano entrou na justiça contra a Sony com a alegação de publicidade falsa sobre os gráficos de Killzone: Shadow Fall.


Os gráficos de Killzone: Shadow Fall podem render uma pesada punição para a Sony, isso porque o americano Douglas Ladore se sentiu prejudicado ao comprar o game e resolveu entrar na justiça contra a empresa. No processo, Ladore pede uma indenização de mais de cinco milhões de dólares alegando ter sido vitima de propaganda enganosa, pois, segundo ele, a resolução do modo multiplayer não é a mesma que foi prometida nos anúncios de divulgação do jogo.


A Sony havia comunicado que todos os modos do game rodariam em 1080p, mas esclareceu que usou um artifício tecnológico para alcançar tal resultado. A Guerrilla Games, produtora do jogo, publicou nota em seu site explicando que "tanto na campanha quanto no multiplayer, Killzone: Shadow Fall roda com uma imagem 1080p completa, não convertida, até 60FPS". O texto continua, esclarecendo que no multiplayer é usada uma técnica chamada reprojeção temporal, que combina pixels e vértices de movimento a partir de vários fotogramas de menor resolução para reconstruir uma imagem 1080p completa, ou seja, não é criada uma real resolução 1080p.

Com estes dados, Ladore diz no processo judicial que essa técnica não cria a mesma resolução prometida pela Sony e também acusa a empresa de não ter atualizado os anúncios publicitários e nem as embalagens de Killzone com os verdadeiros dados do jogo. Entre as acusações do processo estão publicidade enganosa, concorrência desleal, declarações negligentes e fraude.

Fonte: Eurogamer
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook