Silent Hills (PS4): Cliff Bleszinski recebeu convite de Kojima

Atualmente trabalhando em LawBreakers, Cliff Bleszinski recusou a parceria com Kojima por motivos de locação e por acreditar que estragaria a franquia de horror.


Cliff Bleszinski, ex-diretor de desenvolvimento da Epic Games e notório por Unreal Tournament e Gears of War, é um sujeito ativo no Twitter. Sua mais recentemente declaração chamativa revela que Hideo Kojima chegou a convidá-lo para trabalhar em Silent Hills, mas Bleszinski recusou a oferta.


Segundo ele, o emprego o obrigaria a se mudar para Los Angeles, cidade que não gosta. Além disso, Bleszinski afirma que "ama novo conteúdo intelectual" e que teria estragado Silent Hill caso aceitasse a proposta. Atualmente, Cliff trabalha na Boss Key, empresa que fundou e que atualmente desenvolve o shooter LawBreakers.



Embora o desenvolvedor não dê detalhes de quando as conversas ocorreram, um fato deve ser denotado: Kojima recebeu a ideia da Konami de trabalhar em Silent Hill em setembro de 2012, Bleszinski deixou a Epic no mês seguinte, mas desfrutou de uma breve aposentadoria de dois anos até retornar à ativa.

Além de Kojima, Silent Hills contava com o diretor de cinema Guillermo del Toro e com o autor de mangás de horror Junji Ito em sua equipe criativa, além do ator Norman Reedus (The Walking Dead) no papel de protagonista do game. A Konami cancelou o título após uma série de entreveros com o criador de Metal Gear e uma mudança súbita em sua política de negócios, o que causou muito alarde na mídia especializada no ano passado.
Luiz Roveran é mestrando em música pela UNICAMP. Busca em sua produção promover a interdisciplinaridade entre os games e outras mídias, como o cinema e a literatura. É um dos fundadores do Pulo Duplo, toca com o Co-Op Players e é ostensivamente são-paulino.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook