Perfil

Sephiroth, o grande vilão de Final Fantasy VII (Multi)

Nesses 30 anos de Final Fantasy, falaremos sobre um dos vilões mais marcantes da franquia.

Sephiroth, foi apresentado aos jogadores em janeiro de 1997 em Final Fantasy VII (Multi), desenvolvido pela antiga Square. Com seu carisma o vilão conquistou seus criadores e os jogadores, aparecendo em diversos jogos do universo expandido. Além disso faz aparições especiais em outros jogos como as franquias Kingdom Hearts (Multi) e Dissidia Final Fantasy (PSP).


Nascimento do vilão

Sephiroth foi criado por Tetsuya Nomura, que tinha como ideia um jogo onde os heróis inicialmente perseguiam o vilão. Ao longo de sua criação o seu relacionamento com Aerith, uma das heroínas, sofreu várias mudanças, que variavam desde irmãos á amantes. Inspirado nos contos de Miyamoto Musashi e Sasaki Kojirou os criadores resolveram que, Cloud e Sephiroth, possuiriam a mesma rivalidade que os lendários espadachins citados.

Inicialmente o vilão Sephiroth seria um apenas um homem no qual as características de “Jenova”, o alien que caiu no planeta, seriam despertadas através da energia Mako, fonte de energia utilizada no jogo. Sua personalidade inicialmente seria mais brutal e cruel, buscando apenas destruição, possuindo uma poderosa vontade e um grande ego, o vilão manteria uma atitude calma e teria uma mente afiada.

Anjo de apenas uma asa

Sephiroth é um homem alto com físico muscular, a aparência física do vilão é mantida independente do jogo, já suas vestes sofrem algumas alterações. Dentre as características físicas dele estão seu longo cabelo prateado com mechas que caem sobre o rosto, olhos verdes, uma pele pálida, seu sobretudo negro e sua enorme katana, chamada de Masamune.

O vilão por diversas vezes utiliza Masamune com as duas mãos, e apesar de ser canhoto podemos ver em várias merchandises e peças de arte, ele a segurando com a mão direita. Além disso com o passar dos anos o vilão é visto com uma única asa negra que aparece do ombro direito do vilão, inspirado em um de seus temas, One-Winged Angel, denotando sua ligação com o projeto Jenova, demonstrado em Crisis Core -Final Fantasy VII- (PSP).

Calmo e Cruel

Como um dos melhores Soldados da corporação Shinra, a indústria responsável pela distribuição da energia Mako, Sephiroth é calmo e inteligente, mas, mantém uma atitude arrogante, respeitando apenas aqueles que ele considera digno. Apesar de seu exterior frio, o vilão admirava a amizade que possuía com Angeal Hewley e Genesis Rhapsodos, ambos soldados de alto escalão.

Antes de ser possuído pelo ódio, Sephiroth não tinha interesse em fama e glória. E apesar de manter todos os traços de sua personalidade, o vilão se torna mais perigoso, implacável e cruel, se demonstrando um sádico ao torturar Cloud. Ele acaba desenvolvendo um complexo de Messias, dizendo que é o escolhido e que guiará o planeta a salvação, em nome de Jenova.

Soldado de primeira classe

O poder total do vilão é desconhecido, mas Sephiroth já possuía força, agilidade, reflexos, resistência e velocidade sobre-humana. Sendo um mestre da espada, ele é capaz de utiliza-lá mais rápida que o olho humano e pode cortar metais com facilidade, além disso, o vilão consegue materializar sua longa espada quando vai entrar em combate.

Ao cair no Lifestream, a energia que flui pelo mundo, o vilão se funde com as células de Jenova ganhando assim uma espécie de controle sobre as pessoas que as possuem em grande quantidade. Graças a sua poderosa força de vontade, ele também conseguiu fazer com que seu desejo de guiar a humanidade durasse, permitindo a ele criar avatares, e ganhando uma espécie de imortalidade ao reaparecer após dominar a vontade do avatar criado.


Suas habilidades demonstradas em Final Fantasy VII, durante a última luta reaparecem em outros jogos como nas franquias Kingdom Hearts e Dissidia Final Fantasy. Em alguns jogos Sephiroth ainda possui diferentes habilidades, como o teletransporte em Crisis Core -Final Fantasy VII- (PSP). Ele também pode levitar, voar, usar magia sem matéria e projetar ilusões na cabeça das pessoas que carregam as células de Jenova.

A queda do herói

Professor Gast, o maior gênio da Shinra, trabalhava em um projeto, chamado de Jenova, que consistia em infundir células dos restos de um alien de mesmo nome em outras criaturas, com a intenção de criar um Cetra, criaturas antigas que guiaram os humanos a terra prometida. Porém, o experimento falhou, dando origem a uma grande quantidade de monstros, sendo Sephiroth o primeiro a manter a forma, mas ainda não demonstando os poderes da antiga raça.


Vendo potencial, a empresa, Shinra, resolveu utilizá-lo como um de seus soldados, trabalho que Sephiroth desempenhou com lealdade anos. Mas o vilão descobriu sobre as circunstâncias de seu nascimento e as mentiras que lhe foram contadas, fazendo-o criar um ódio irracional pela corporação. Sephiroth começa sua destruição e parte para buscar os restos de Jenova, mas é derrotado por Zack, o protagonista de Crisis Core, e por Cloud, inexperiente e que ainda não era um Soldado.

Mas após anos vagando pelo Lifestream, o vilão retorna em Final Fantasy VII (Multi), para tentar destruir o mundo com uma poderosa magia chamada de Meteoro, dessa forma se fundindo com o Lifestream e se tornando um Deus. Possuindo uma nova forma, resultante da fusão com as células de Jenova, o vilão enfrenta o grupo de heróis, mas novamente é impedido por Cloud, o herói da jogo e seus novos companheiros.


Em Final Fantasy: Advent Children, o vilão cria um doença com as células de Jenova, e a espalha, afetando principalmente crianças. Enquanto isso o trio vilões apresentado no filme, busca os restos de Jenova, para assim revivê-lo. Sephiroth sobreviveu graças a seu ódio por Cloud, mantendo assim seus sentidos, após revivido tenta destruir o herói, mas falha novamente, e sua doença destruida por Aerith, a verdadeira Cetra morta pelo vilão.

Outras Mídias

Em Kingdom Hearts, Sephiroth, aparece como um inimigo a ser derrotado no Coliseu, o mundo de Hércules, sendo um inimigo poderoso e formidável. Além disso, é dito que o Sephiroth que aparece no jogo é apenas a escuridão de Cloud, já que o verdadeiro vilão está "morto" e vagando pelo Lifestream.


Dissidia Final Fantasy nos traz o vilão como um soldado de Caos, durante o ciclo de guerra infinita, sendo Sephiroth o único a possuir uma vaga idéia de suas outras vidas. Apesar disso, ele age separadamente do grupo de vilões, controlando e enganando Cloud, que o derrota-o, o que faz Sephiroth dizer que voltará às trevas mas voltará, caso o herói permaneça do jeito que ele é.

Além disso Sephiroth aparece em diversos outros jogos como apenas uma imagem na tela de loading como em Final Fantasy V (Multi), cartas como Final Fantasy Trading Card Game ou um personagem jogável como aparece em Dissidia Final Fantasy (PSP), seja como for o vilão é sempre uma forte figura seja como aliado ou inimigo. Abaixo segue a lista de jogos em que ele aparece:

  • Final Fantasy V (Multi);
  • Dissidia Final Fantasy (PSP);
  • Dissidia 012 Final Fantasy (PSP);
  • Dissidia Final Fantasy NT (Arcade/PS4);
  • Dissidia Final Fantasy Opera Omnia (IOS/Android);
  • Theatrhythm Final Fantasy (3DS);
  • Theatrhythm Final Fantasy Curtain Call (3DS);
  • Theatrhythm Final Fantasy All-star Carnival (Arcade);
  • Pictologica Final Fantasy (IOS/Android);
  • Final Fantasy Airbone Brigade (IOS/Android);
  • Final Fantasy Artniks (IOS/Android);
  • Final Fantasy Record Keeper (IOS/Android);
  • Final Fantasy Brave Exvius (IOS/Android);
  • Mobius Final Fantasy (IOS/Android/Steam);
  • World of Final Fantasy (PS4/PSVita/PC);
  • Final Fantasy Trading Card Game;
  • Triple Triad (IOS/Android);
  • Kingdom Hearts I e II (Multi);
  • Itadaki Street Special (PS2);
  • Itadaki Street Portable (PSP);
  • Ehrgeiz: God Bless the Ring (Arcade/PS1);
  • Puzzle and Dragons (IOS/Android);

O vilão favorito

O vilão ainda aparece em Final Fantasy: Advent Children e na animação Last Order: Final Fantasy VII, que conta sobre a derrota de Sephiroth até a transformação de Cloud em Soldier. Por seu grande carisma Sephiroth conquistou um grande número de fãs, o que gerou uma série de produtos sobre o vilão e diversas participações em jogos de sua série ou não.

Se tornando um dos vilões mais conhecidos e queridos da franquia. Esperamos que a Square Enix utilize ainda mais esse incrível personagem enquanto esperamos ansiosamente pela chegada de Final Fantasy NT (PS4), jogo que será lançado ano que vem no final de janeiro e o remake de Final Fantasy VII (Multi), onde poderemos aproveitar a história que deu origem a este famoso personagem.

Revisão: Leon Costa

Antonio Stark escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook