PSX 2017: Sucker Punch fala sobre o processo de criação de Ghost of Tsushima (PS4)

Inspiração veio de filmes de samurai, livros e contos da cultura japonesa.

Durante o painel da Sucker Punch na PlayStation Experience, três desenvolvedores do estúdio, Nate Fox (diretor criativo), Billy Harper (diretor de animação) e Jason Connell (diretor de arte) falaram do processo de criação de Ghost of Tsushima, nova propriedade intelectual, que vem ao encontro de grandes títulos do PlayStation.

Segundo a equipe de desenvolvimento, o processo de criação do jogo não foi nada fácil. Billy revelou que é um desafio muito grande representar fielmente e respeitosamente a cultura japonesa em videogames e que a equipe teve que ficar muito atenta para não soar desrespeitosa com a cultura local.

Questões técnicas também foram mencionadas pelo estúdio, tanto que a Sucker Punch teve de fazer sessões de captura de movimentos em animais vivos como cavalos, algo pouco tradicional em jogos.






















A Sucker Punch também explicou no painel que queria se desafiar e criar algo novo. Segundo os desenvolvedores uma das inspirações foi a Guerrilla Games que saiu de sua zona de conforto e criou algo inovador, de Killzone para Horizon Zero Dawn. No entanto, Nate diz que é preciso aprender coisas novas todos os dias quando se está lidando com algo novo. Filmes de samurais, livros e contos ajudaram na inspiração para o projeto, principalmente na criação de figurinos, personagens e traços da época.

Ghost of Tsushima ainda não tem previsão de lançamento, mas será exclusivo do PlayStation 4.

Fonte: Comicbook
Tiago R. Herrmann escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook