Discussão

Death Stranding (PS4): As peças começam a se encaixar

Trailer mais recente começa a dar algumas pistas sobre o que será o próximo jogo de Hideo Kojima.

Tudo começou na E3 2016, quando Hideo Kojima anunciou seu primeiro projeto após sua saída da Konami, Death Stranding. Com muitas dúvidas e poucas respostas, cada trailer divulgado mais confundia as pessoas do que explicava algo. A frase “não entendi nada, mas adorei” virou algo bem comum. Porém, depois de dois anos, com o lançamento do quarto trailer do jogo, as coisas começaram a tomar uma forma.


Kojima é muito bom em deixar as pessoas confusas nos anúncios de seus projetos, e todo esse trabalho coletivo de tentar desvendar o que é real acaba se tornando um jogo dentro do jogo. Vimos isso antes de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, mas agora as coisas estão escalando para um outro nível, até por se tratar de algo completamente novo.

Sem mais enrolação, vamos direto ao ponto. Após algumas horas de discussões com amigos, assistindo vídeos de teorias e lendo dezenas de postagens no Reddit, vou aqui tentar compilar as principais ideias que estão rolando por aí. Espero que isso ajude você, amigo leitor, que está mais perdido do que cego em tiroteio.

Your hand in life

Vamos começar pelo trailer exibido no dia 11 de junho, um bom ponto de partida. Na descrição do vídeo, temos uma breve sinopse do jogo, algo que não tínhamos até então. O vídeo tem legendas em inglês, caso não se ativem automaticamente.



“(...) Cercado pelas marés da morte por todos os lados, Sam Bridges deve encarar um mundo totalmente transformado pela Morte Encalhada [Death Stranding]. Carregando os restos do futuro em suas mãos, Sam embarca em uma jornada para reunir os fragmentos do mundo um passo de cada vez. Qual o mistério da Morte Encalhada? O que Sam irá descobrir na jornada que o aguarda?(...)”
Assim, fica claro que o personagem vivido por Norman Reedus será um entregador nesse mundo que por algum motivo virou uma zona. O tipo de carga que ele carrega não dá para saber ao certo o que é, exceto pelos corpos. Quanto ao mundo despedaçado, não sabemos o por quê, mas talvez saibamos como ele ficou assim. No terceiro trailer, de dezembro de 2017, Sam fala sobre quatro explosões: as três primeiras fazem alusão aos eventos que criaram o universo (Big Bang), a Terra e a vida. E então veio a quarta explosão que “será a nossa última”.



Nesse mesmo trailer, vemos que, após o incidente,se formou uma gigantesca cratera como resultado da ação das criaturas. Isso se confirma com um diálogo na segunda parte do novo trailer, quando um homem pelo rádio alerta Sam: “Se aquelas coisas te comerem, vai iniciar um Void Out. Você irá voltar, claro, mas ainda haverá uma cratera na área ao redor.” Podemos supor que foi um grande Void Out a razão para tudo começar a dar errado.

Mas o que são essas criaturas? - você me pergunta. Eu ainda não sei, mas teorias existem. Há especulações que todas elas sejam pessoas mortas que ficaram presas em um limbo, em alguma fase entre o mundo dos vivos e dos mortos, o que remete ao fenômeno da Morte Encalhada. Por estarem presos nesse plano, por algum motivo eles perseguem seres vivos, talvez como animais selvagens mesmo.

Que de fato existe um “limbo” nesse mundo, isso é real e podemos confirmar por entrevistas do próprio Kojima, que já afirmou que, quando o jogador morrer, ele irá para um outro cenário, uma espécie de purgatório, e terá que construir seu caminho de volta ao mundo dos vivos. Não haverá uma tela de Game Over.

Não podemos esquecer que o Del Toro ainda está nessa confusão e não temos ideia do papel dele.

Quiralidade e Timefall

Vamos mudar de assunto e falar sobre Timefall, a chuva que acelera o tempo. Kojima também já havia falado sobre ela no passado e pudemos ver o fenômeno em ação no terceiro trailer, mas acho que ela foi melhor mostrada nesse último vídeo.

Esse tipo de chuva parece ocorrer somente quando alguma criatura está próxima e seu efeito é bastante agressivo. Repare nas plantas nascendo e morrendo em segundos. A gota que cai na mão de Sam tem um efeito imediato sobre a pele atingida, a envelhecendo em instantes.


O que aprendemos agora foi uma forma de nos prevenirmos desses efeitos, ao menos temporariamente, através dos pequenos vermes criptobióticos. O que raios é isso você me pergunta? De acordo com a wikipedia:
“A Criptobiose é um estado de latência que pode ser presenciado em alguns animais, quando se encontram em condições adversas do meio-ambiente (temperaturas extremas, baixa umidade, entre outros). No estado criptobiótico, todos os procedimentos metabólicos param. Um organismo em tal estado pode viver indefinidamente até que as condições ambientais voltem à normalidade. Alguns rotíferos, nematóides e tardígrados possuem essa capacidade.” 
Ou seja, nesse estado, o indivíduo irá interromper todas suas funções que não forem estritamente necessárias à manutenção da vida. Levando isso pro contexto do jogo, uma das últimas cenas do quarto trailer mostra a mulher comendo uma dessas criaturas como forma de se proteger da Timefall. É possível ver esses bichos no trailer três, após Sam voltar à vida. Podemos imaginar isso até como uma mecânica dentro do jogo, mas, de resto, ainda moram muitas dúvidas sobre esse tópico.


Outro conceito mostrado no trailer, esse abordado pela primeira vez nos vídeos, é a quiralidade. A quiralidade, ou efeito quiral, é um termo usado nas ciências exatas para definir um objeto cuja cópia do reflexo é diferente do refletido.
“(...) suponhamos que uma dada pessoa tem um sinal na face, do lado direito.Quando se olha ao espelho, esse sinal irá aparecer colocado igualmente do lado direito da cara. No entanto, se a imagem saísse do espelho e se se viesse colocar ao lado da pessoa, o que aconteceria? Essa pessoa teria o sinal do lado esquerdo. Assim, o rosto da pessoa e a sua imagem não são sobreponíveis(...)”O fenômeno da quiralidade - bases de estereoquímica” de Ana Paula Paiva, Dezembro de 2006.
Quando está cercado pelas criaturas, Sam ouve pelo rádio que o nível de quiralidade está aumentando. Novamente, somos remetidos a ideia de um plano alternativo entre vivos e mortos. Vamos supor aqui que, em um ambiente normal, ambos os mundos seriam idênticos, porém, com o fenômeno da Morte Encalhada, isso gera uma situação que cria uma diferença não natural entre os mundos. Quanto mais próximas estão essas criaturas, maior é o nível de disparidade.

Novamente, algo exposto na narrativa que também pode se aplicar às mecânicas de jogo. Como vimos brevemente no último trailer, Sam terá que passar despercebido pelas criaturas, tendo que agir de forma furtiva. Como também explicado no trailer, o protagonista é dotado de uma característica especial chamada DOOMS, relacionada à percepção do indivíduo aos seres especiais e que se apresenta em diferentes níveis. Também podemos supor que ter essa percepção é um requisito para trabalhar como um entregador.


Muito mais pela frente

Ainda há muito a ser descoberto sobre Death Stranding e devo dizer que toda esse mistério é extremamente empolgante. Para aqueles que desejam se aprofundar no assunto, existe muita gente na internet discutindo e teorizando, tanto os assuntos que trouxe aqui como outros, como sobre as empresas de carregadores e o que de fato seriam a Bridges e a United Cities of America.

Como citei no começo do texto, o Reddit é uma grande fonte nesse assunto, e gostaria de deixar aqui uma postagem específica que me serviu de base para esse texto. Também recomendo a leitura de um post escrito pelo próprio Kojima e que está lá no PlayStation Blog, no qual ele fala mais sobre os conceitos por trás de sua criação.

Agora, deixo a bola para você, amigo leitor. Quais suas teorias sobre Death Stranding? O que acha que Kojima está aprontando para nossas cabeças?

Revisão: Renata Bottiglia

Flávio Augusto Priori é formado em design de jogos e tenta ganhar a vida com esse negócio chamado video game. Para ele Metal Gear é a melhor série já feita e ainda acredita na volta da SEGA. Escrevia para o saudoso Minha Tia Joga LoL e hoje pode ser achado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook