Teorias e Rumores sobre Persona 5 (PS3/PS4)

Confira algumas teorias sobre o que pode acontecer no novo jogo de uma das maiores séries de RPG da atualidade.


Com grandes lançamentos vêm grandes teorias, já dizia algum homem-aranha de algum universo paralelo. Persona 5 (PS3/PS4) é um dos jogos mais aguardados do ano, e com tantos atrasos e adiamentos, houve bastante tempo para que se pudesse desenvolver novas teorias sobre o que se passará no próximo grande jogo da Atlus. Segue aqui uma breve discussão com teorias e previsões sobre temática e diversos outros pequenos, mas importantes, aspectos desse título tão ansiosamente esperado.


A primeira coisa a ressaltar é a mudança na forma de como as personagens invocam seus Personas: Através de uma máscara. A máscara é um símbolo que se encaixa com grande precisão na história de toda a série Persona, sendo um forma de esconder seu "eu interior", ou de contê-lo; significado que irei explorar em breve. Por enquanto, o que quero ressaltar quanto ao uso da máscara, é que ela não é inédita em Persona.
Máscara ganha ao se obter um novo Persona.
Além de fazer parte das cartas e dos inimigos, ela foi utilizada de forma marcante por Philemon, nos dois primeiros títulos da série. Enquanto ele pode aparecer só de forma simbólica, como aparecia na forma de uma borboleta azul de save point nos dois últimos jogos da série; também é possível que ele torne a ter um papel relevante na história do jogo; fortalecendo uma teoria antiga de que toda a série se reuniria em uma história principal em algum ponto.

Outro detalhe importante é que as cartas de tarô típicas da série não estão em lugar nenhum para serem vistas, sendo meu palpite pessoa que talvez sequer hajam arcanas e que haja outra forma de simbolizar as personagens e personas. Essa forma seria uma das teorias mais apontadas como um dos possíveis temas de Persona 5: Os 7 pecados capitais. É notável como alguns personagens e chefes mostrados nos trailers lembram diretamente alguns desses pecados, como ganância, gula e inveja.
Chefe que supostamente representaria o pecado da gula.
Essas duas informações podem se ligar ao sentido central de Persona 5: Emancipação. O tema do jogo poderia girar em torno da libertação dos pecados, ou vícios das personagens. Nota-se que uma das personagens no trailer parece estar fora de controle enquanto não consegue tirar a máscara; enquanto as cenas com outros personagens já jogáveis os mostra controlando suas máscaras para invocar seus Personas, representando a retomada de controle dessas personagens, seja fisicamente ou emocionalmente. Isso faz um ótimo paralelo com a busca dos protagonistas do jogo anterior. Enquanto em Persona 4 (PS2) buscava-se a auto-aceitação, em Persona 5 parece-se buscar o auto-controle.

Também pode-se tirar pequenas conclusões de alguns outros detalhes. As guardiãs da Velvet Room aparentam demonstrar muito mais personalidade do que Margaret, em Persona 4; podendo indicar que elas possam ter um papel mais ativo nos fatos do jogo, mais semelhante à Elizabeth, em Persona 3 (PS2). Também é claro o fato dos protagonistas terem seus personas inspirados em diversas formas de crime, desde ladrões clássicos da literatura, como Arsène Lupin; até conhecimentos proibidos, como o Necronomicon; o que já nos permite alguns palpites sobre os próximos personas, sendo mais um palpite pessoal meu um Persona baseado no Barba Negra, para Ryuji Sakamoto. Falando nos Personas, a aparição de Necronomicon pode ser mais um indicativo de um retorno aos primeiros jogos da série pelo uso de criações de Lovecraft, tal como Nyarlathotep, o grande vilão dos dois primeiros jogos, e supostamente de toda a série.
As gêmeas Caroline e Justine
São muitas previsões baseadas em uma pequena porção de material revelado, mas não tem como negar que imaginar como será o jogo já faz parte da diversão. E você, tem alguma teoria sobre persona 5?! Concorda ou discorda de algum dos boatos apresentados?! Deixe seu comentário aqui e vamos esperar até que possamos confirmar de vez alguma coisa em setembro deste ano, quando o jogo deverá ser lançado.
Juni Chaves é formando em Sistemas e Mídias Digitais e atualmente redator no PlayStation Blast e também no Ivalice. Grande interessado em Game Design e nas áreas artísticas que envolvem os jogos, não é raro encontrá-lo falando disso no Facebook e no Alvanista.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook