Após ter ficado fora da arquitetura do PlayStation 4, NVIDIA compara novo console a um PC mediano

Uma novela que se iniciou recentemente foi sobre três grandes empresas: Sony , AMD e NVIDIA . Como todos sabemos, a AMD foi a escolhida p... (por Nivaldo Cavalcante em 25/03/2013, via PlayStation Blast)

Uma novela que se iniciou recentemente foi sobre três grandes empresas: Sony, AMD e NVIDIA. Como todos sabemos, a AMD foi a escolhida para se unir a Sony na arquitetura do novo PlayStation 4. No entanto, depois do anúncio oficial do novo console, a NVIDIA não para de divulgar justificativas sobre a escolha pela rival. Primeiramente, a empresa insinuou que "deixou" a AMD ganhar a disputa, pois, financeiramente, trabalhar no PS4 não traria lucros satisfatórios. Depois, disse que estariam desperdiçando esforços que poderiam ser alocados para maior lucro com sua própria tecnologia em outros mercados.

Desta vez, o ataque é diretamente ao poder do novo PlayStation. Segundo o vice-presidente sênior da NVIDIA, Tony Tamasi, o videogame terá o poder de processamento de um PC mediano, o que vai contra a afirmação de Linus Blomberg, produtor do estúdio Avalanche, que colocou o PS4 como superior aos PCs atuais e futuros. E você, o que acha disso tudo? Estaria a Sony lançando um console já ultrapassado ou a NVIDIA demonstrando que não gostou muito de como as negociações terminaram?
Nivaldo Cavalcante é formado em Filosofia e também em Ciências Contábeis, trabalha na área de Auditoria Tributária, mora no interior de São Paulo e sempre reserva um tempinho para os videogames. Além disso, também gosta ler, assistir a filmes, seriados e animações.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook