Hands-on

Entrando no clima psicológico de Beyond: Two Souls (PS3)

Beyond: Two Souls é um jogo de ação com muitas doses de suspense psicológico e artimanhas de guerra. Você, na pele da protagonista Jo... (por Jaime Ninice em 07/08/2013, via PlayStation Blast)


Beyond: Two Souls é um jogo de ação com muitas doses de suspense psicológico e artimanhas de guerra. Você, na pele da protagonista Jodie Holmes, 25 anos, e de sua contraparte espiritual, Aiden, deverá resolver muitas situações em um mundo que está em constante guerra. E para isso, você poderá contar com as habilidades sobrenaturais desta parceira em momentos de muito suspense e ação, além de desfrutar da sua ajuda nos momentos mais difíceis.

Visões ancestrais e controles psicológicos

A proposta deste game incide em um grande roteiro, onde a protagonista descobre possuir ligações espirituais com uma entidade espirtual desde a sua infância. Um espírito que a ajudará com os perigos que cercam o mundo. Habilidades de telecinese e possessões são alguns dos poderes que a protagonista irá ganhar durante sua aventura por conta desta relação.

Trailer oficial do jogo na E3 2013

Questões sobre a vida e a morte, e sobre o que acontece além desta, são recorrentes durante a trama que se passa nos últimos 15 anos de vida da protagonista. Aliás, esse parece ser o sentido principal do jogo, que junta temas espirituais e da vida em uma filosofia interna, transparecendo muitos sentimentos a partir dos comandos efetuados.

Diversidade nos comandos espirituais

Tivemos a possibilidade de testar o título durante a E3 e deu para ver um pouco do comando diferenciado que se alia à jogabilidade presente nele. Pode parecer um simples jogo de guerra no início, mas logo se nota tratar de algo a mais. Ao percebermos que dava para controlar sua contraparte espiritual é que tomamos conhecimento dos movimentos e iniciamos a eliminação dos inimigos a nossa volta com pouco esforço de execução.


Apesar de não serem muito simples, os controles eram melhores manuseados com o passar do tempo e de “gameplay suado”. Contudo, é notável a facilidade para se derrotar um oponente nos momentos finais em campo, apenas fazendo o que se pedia na tela. Comandos como segurar as duas alavancas para baixo e controlar o momento em que estiver executando um inimigo faziam resultado após algumas tentativas.

Mais um next gen a caminho

Os gráficos de Beyond: Two Souls estão ótimos. Não bastasse todo o clima abstrato que possui, ele faz jus à nova geração e se apresenta como um dos grandes lançamentos para o PlayStation 3, e último da francesa Quantic Dream (Heavy Rain) para o console. Efeitos de nuvem e poeira, sombras e muitas outras características visuais prometem vir para alimentar ainda mais a cultura dos jogos realistas e ficcionais envoltos em um mundo mais sério.


Podemos esperar por gratas surpresas no que se diz respeito ao conteúdo e a qualidade. Com lançamento previsto para o dia 8 de outubro deste ano, Beyond: Two Souls promete muitas aventuras sobre-humanas na frente de sua tela, além de mais um grande jogo a ser desbravado pelos amantes deste gênero no PS3.


Revisão: José Carlos Alves
Capa: Douglas Fernanades e Diego Migueis
Jaime Ninice é cravista e mestre em música pela UFRJ. Sua paixão por games, eventos e revistas o levou a escrever e revisar artigos desde 2010. Hoje, além de participar do PlayStation Blast, é redator das publicações impressas sobre retrogames WarpZone. Pode ser encontrado no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook