Jogamos

Análise: Brincando de Deus em Ecolibrium (PS Vita)

Ecolibrum é um simulador de ecossistema virtual lançado para o PSVita de forma gratuita para usuários assinantes Plus ou não. Digamos que... (por Yudi Ishikawa em 09/10/2013, via PlayStation Blast)


Ecolibrum é um simulador de ecossistema virtual lançado para o PSVita de forma gratuita para usuários assinantes Plus ou não. Digamos que neste game tentamos ser Deus, mas um Deus de uma terra isolada nos arredores de Marte, se é que isso é possível. Basicamente, você cria em um mundo vazio um ecossistema funcional, com cadeias alimentares e tudo mais, é quase uma simulação de como o mundo surgiu. Então, vamos ver do que se trata exatamente o game em questão.


Ecolibrium nada mais é do que o fruto de uma aposta da Sony em oferecer jogos “free to play” para quem quiser jogar. Mas, diferente de muitos jogos dessa, digamos, modalidade de venda, Ecolibrium não fica constantemente lhe oferecendo benefícios pagos com dinheiro real para desfrutar melhor da jogatina, como normalmente podemos ver em jogos desse tipo, mas caso você se interesse em comprar packs contendo itens especiais e raros de se conseguir somente jogando, também pode optar por isso.




Que haja vida

No jogo, você começa em um ambiente inóspito a qualquer ser vivo e é sua função criar vida lá equilibrando entre tipos de fauna e flora, os quais, diga-se de passagem, até conseguem ser bem variados. Você nunca pode deixar faltar nenhum recurso, como vegetação, minerais, umidade e carne, pois sem esse equilíbrio, algumas espécies que dependem de certos recursos podem entrar em extinção. Então, é sempre importante se manter atento ao sumário do ecossistema, para ver o que é necessário aumentar ou manter, assim deixando com que seu ambiente se mantenha equilibrado e em constante evolução.


Quanto à fauna e flora, existe uma boa variedade delas, no total são 12 tipos de animais de diferentes espécies, faunas e de classes da cadeia alimentar, como carnívoros, herbívoros, répteis etc. Cada uma delas conta com 4 variações diferentes do mesmo animal, cada variação se refere à patente em que o animal se encontra, que pode ser facilmente identificada com um símbolo no canto superior direito da imagem do animal no laboratório. Como na vida real, o equilíbrio da vida no jogo se baseia na cadeia alimentar, ou seja, a sobrevivência do mais forte é o que predomina. Então, o seu dever é manter os níveis de carne na medida certa para que os animais de classes maiores não entrem em extinção por falta de recursos, ou pior, que as classes menores sejam completamente devoradas pelos maiores. Também existe o fator adaptação, que são os animais que se adaptam melhor a um ambiente do que outros, e isso influi muito em como ele sobreviverá em determinadas situações. Um animal adaptado a uma determinada região tem mais chances de se reproduzir e sobreviver em situações extremas do que outros.

Já no time das plantas, temos uma variedade de 8 tipos delas, cada uma tem um atributo diferente, como aumentar a quantidade de umidade ou minerais na região onde ela for colocada. Elas são essenciais para que o ecossistema se mantenha equilibrado entre fauna e flora, além de produzir alimento para os herbívoros do habitat.

Simba, tudo isso que o sol toca é nosso reino



Sou um cientista...

O lugar onde tudo isso ganha vida é o laboratório, porém são necessários os chamados “Ecopontos” para que se possa realizar tudo isso. Os ecopontos têm um papel muito importante, eles são a moeda do game, você pode trocá-los por novas espécies de plantas, animais, minerais e artefatos para colocar em seu ambiente. Eles também servem para determinar a sua posição nos rankings online do jogo. Você os utiliza no laboratório, que é o lugar onde a magia acontece. Tudo que é inserido em seu ecossistema, é provido por esse lugar, porém você não pode chegar adicionando a quantidade de recursos que quiser, mesmo tendo ecopontos suficientes para tais ações. Já que temos a "Energia do laboratório", cada ação feita demanda uma certa quantidade de energia, tanto como ecopontos. Quando essa Energia se esgota, existe um cooldown de aproximadamente 1:30h para que ela se abasteça por completo, mas você não precisa esperar todo esse tempo para poder criar algo, cada criação tem seu devido valor estipulado no menu de criação, como quantos Ecopostos e Energia necessita para ser criada. Então, desde que tenha o suficiente, pode criar à vontade.

No laboratório pode se navegar pelos diversos tipos de espécies


Existem também os artefatos que podem ser utilizados para lhe dar alguma vantagem na produção de certos atributos no seu ambiente, como por exemplo, ter um número X de minerais desde o início do desafio, ou multiplicar seus "Ecopontos" e assim por diante. Existe um artefato que beneficia cada recurso no jogo, e que te dá um bônus de produção em cada um deles, ou em alguns deles. Porém, só pode ser utilizado uma vez, e perdura até o final da partida, e como eles são extremamente raros, recomendo que use com sabedoria.

Todos os espécimes vem bem detalhados

Challenge Accepted

O game conta com 3 desafios em toda "campanha", cada um contando com 4 fases dentro deles, o primeiro (com dificuldade fácil), o segundo (médio) e por fim, o terceiro (difícil), cada uma dessas dificuldades demanda um tempo total de jogo maior, ou seja, quanto mais difícil, mais tempo se tem para concluí-la. Nos desafios, você deve equilibrar um ecossistema pré-determinado pelo jogo e que está totalmente desequilibrado, sem minerais ou qualquer outro recurso suficiente para que as espécies possam sobreviver. Ao concluir um desafio, ele lhe dá recompensas que sempre vêm acompanhadas de ecopontos e alguma nova espécie de fauna ou flora para ser desbloqueada. Raramente ele vai ter um artefato, mas quanto maior a dificuldade, maior a recompensa.

Há também os desafios online, que você disputa com pessoas do mundo todo em um ranking mundial para ver quem consegue manter um ecossistema equilibrado e com maior numero de seres, plantas e, claro, com a maior pontuação até o final do desafio. Esses desafios online tendem a durar em média 2 semanas, então se quiser se classificar entre os melhores, é bom dedicar uma parte do seu tempo ao jogo. E além disso, esses desafios não ocorrem com frequência, chegam até a ser raros, quando algum estiver acontecendo, você receberá uma mensagem do jogo te alertando sobre ele. Os desafios também contam com recompensas de acordo com sua classificação, quanto mais alto no ranking final você estiver, melhor será a sua recompensa. E são nesses desafios que você consegue os melhores prêmios como artefatos extremamente raros e, claro, muitos ecopontos.

Você pode visualizar os detalhes de cada desafio já iniciado pelo menu principal

Existe também o “Seu Ecossistema”, que pode ser considerado um desafio no qual você cria do zero todo um ecossistema e tenta fazer com que ele prospere em equilíbrio pelo maior tempo possível. Antes de começar a dar vida ao seu mundo, você pode escolher entre vários ambientes, como desertos, onde não existe muita umidade, e é ideal para a fauna dos répteis, ou mesmo uma área de savana. Porém, cada tipo de área depende de ecopontos para poder se criar nelas, então você precisa primeiro concluir parte dos desafios para ter ecopontos suficientes, antes de pensar em começar o seu próprio ecossistema. Infelizmente, o jogo carece de variedade no quesito ambientes, só existem 3 tipos no total, poderiam ter desenvolvido mais deles, e quem sabe, com variações climáticas também.

Haja tempo

Um dos grandes problemas do jogo é ele não ser um passatempo em si, como qualquer jogo, pois demanda uma certa dedicação, ele não se trata de uma diversão momentânea, e sim de um jogo onde você deve se dedicar, ou se não vai acabar perdendo muito tempo precioso real. Real porque não existe o recurso de avanço no tempo como visto em jogos do mesmo gênero, ou seja, como Sim City, onde o tempo pode ser avançado da forma como quiser. Em Ecolibrium, 1 minuto em jogo, é 1 minuto real. Mas qual o grande problema disso, vocês me perguntam. A resposta é simples: a grande maioria, ou mesmo todos os desafios do jogo têm um tempo mínimo de 12 a 24 horas, existem até mesmo desafios de 48 horas ou 1 semana inteira, e se o tempo não pode ser avançado, isso significa que você terá que dedicar todo esse tempo ao jogo para concluir apenas um único desafio. Apesar disso, você não precisa manter o seu console ligado por todo esse tempo, mesmo com o console desligado o mundo continua em plena evolução, mas você deve se manter atento para não se esquecer dele, se não, quando você voltar, poderá ver seu mundo em total desequilíbrio. Por essa razão, o game é voltado a um publico em especifico, não é qualquer pessoa que vai gostar de jogar esse tipo de jogo. Não só por isso, mas pela certa complexidade que ele apresenta. Ele tende a se tornar extremamente monótono para jogadores casuais, apesar de não exigir muito do jogador, somente demanda tempo.

...e sou um fotógrafo nas horas vagas

Com uma variedade bem grande de espécies de animais e cenários bonitos, o jogo traz um modo foto, onde você pode brincar de fotógrafo e capturar os variados tipos de situação que ocorrem no habitat, como o momento de uma caça, ou mesmo situações inusitadas como uma luta entre machos alpha. E além disso, você pode compartilhar suas capturas no facebook direto do jogo. Ou também pode salvar as fotos em seu console. Esse é um acréscimo que serviu bem para quebrar a seriedade que o jogo tem, e também para se divertir enquanto espera a energia do seu laboratório recarregar novamente.

Essa vai ficar linda na sala de estar


Por fim

É um game muito interessante, mas peca em certos aspectos como o tempo em que decorre cada ação no jogo, que é equivalente ao tempo real. Ou a falta de mais variações de ambiente. O jogo foi criado para agradar um único nicho de jogadores, os amantes de simulação e de jogos do gênero, como Spore. Se você gosta de jogos assim, vale a pena testar o game, ele tem uma boa variedade de espécies tanto de fauna, como de flora, e literalmente não custa nada.

Quem é o meu tigre do Avatar favorito? Quem é? Quem é?

Prós

- Jogo simples e bem intuitivo;
- Dificuldade na medida certa;
- Utiliza bem de recursos do console como giroscópio, touchscreen e touchpad traseiro;
- Tem uma variedade boa de espécies de fauna e flora;
- Gratuito.

Contras

- Tempo que o jogo demanda;
- Poderia contar com mais tipos de ambiente;
- Não há grande variedade de desafios;
- Cooldown entre ações muito longo;
- Não foi feito para todos os públicos;
- Alguns desafios tendem a ser complicados.


Ecolibrium — PSVita — Nota: 6.5
Revisão: Bruno Nominato
Capa: Stefano Genachi
Yudi Ishikawa escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook