Assista ao trailer de Rise Kujikawa para Persona 4: Dancing All Night (PS Vita)

Algumas outras novidades surgiram também com o relançamento do site oficial japonês do jogo.

Recentemente a Atlus, produtora de Persona 4: Dancing All Night, divulgou a data de lançamento do título. Também foram divulgados alguns detalhes iniciais sobre os personagens que fazem parte desta nova aventura. Hoje poderemos saber um pouco mais sobre uma das meninas, pois acaba de ser revelado um novo trailer que introduz a parte de Rise Kujikawa no game.


A moça é uma estrela do J-Pop e no contexto do novo jogo ela acaba de retornar para a cidade grande, após a temporada em Inaba, para retomar a sua carreira musical. Ao chegar em seu novo destino, Rise toma conhecimento de uma lenda urbana que corre: À meia-noite, acessando-se um site, um estranho vídeo é exibido e aqueles que o assistiram desaprecem para dentro de um outro mundo. A história é uma sequência direta de Persona 4, ocorrendo logo após o verão em que os misteriosos incidentes na cidadezinha do interior foram solucionados pelo Time de Investigação. Apesar da nova jogabilidade, o game ainda apresentará bastante diálogo, como é comum na franquia.



O site oficial em japonês do título foi relançado e trouxe algumas revelações também. Persona 4: Dancing All Night terá quatro opções de níveis de dificuldade: Easy, Normal, Hard e All Night; os personagens poderão usar múltiplos trajes; não será disponibilizada demo; o jogo será lançado no formato digital, além da versão física; a tela de toque poderá ser usada para se executar os comandos, mas haverá compatibilidade com o PlayStation TV e botões físicos; as músicas poderão ser jogadas livremente conforme forem sendo desbloqueadas no Story Mode e existe a possibilidade de DLCs serem lançados.

Fonte: Gematsu

Luiz Filipe Cremonezi do Valle é formado em Direito pela UFJF. Adora videogames desde que se entende por gente. Gosta de jogos antigos, mas está sempre ligado nos novos games e tecnologias. Pode ser encontrado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook