Hands-on

Ratchet & Clank é uma aventura divertida no PS4

Embarque em uma jornada galática divertida remasterizada para a nova geração.


A série Ratchet & Clank já é uma velha conhecida dos jogadores da Sony. Criada pela Insomminiac Games, a franquia surgiu em 2002 no PS2 e, desde essa época, vêm acompanhando os consoles da Sony com aventuras inéditas. Acompanhando a adaptação animada para o cinema que será lançada em 2016, a empresa revisitar o clássico original para a nova geração.

Salve o universo!

No área VIP da Sony na E3, Ratchet & Clank possuia dois estandes de testes reservados para usuários. Em ambos, uma parte de dois estágios (Aleero City e Nebula 334)  estavam jogáveis. Além de controles intuitivos, o que mais impressionava nos poucos minutos que passei testando o game eram seus visuais. Os cenários eram ricos em detalhes e certos elementos pareciam saltar da tela durante o gameplay. O estilo animado dos objetos conseguia dar mais vida ao cenário e os movimentos fluidos de Ratchet e seu amigo Clank ajudavam a tornar o game surreal.
Hora da diversão começar!

Um elemento que sempre destacou os games da série dentre outros do gênero plataforma foi o variado arsenal que Ratchet possuia para salvar o universo do mal. E, no tempo em que experimentei o game, eu podia escolher entre três tipos de arma: uma pistola simples, uma metralhadora e um canhão. O problema era que eu não consegui testar a personalização do armamento e a criação de novos equipamentos, o que se torna possível ao coletar itens que os inimigos derrubam quando são derrotados.
O nível de detalhes do game é absurdo.

Fidelidade com evolução

Ao compararmos esta demo do reboot de Ratchet & Clank com o lançamento original, o de PS2 em 2002, é possível notar que buscou-se o máximo de fidelidade em relação aos estágios e desafios, além de uma busca pela simplicidade presente no primeiro jogo. Para efeito de comparação, Ratchet & Clank: a Crack in Time (PS3) possuia um sistema de evolução em armas que não parecia presente neste reboot, assim como na versão pioneira da franquia. Isso tende a deixar o jogo mais simples e objetivo, como Sunset Overdrive (XBO), também da Insomniac Games.
Foi um longo caminho trilhado pela dupla desde o PS2.

Todavia, não se trata de uma perfeita fidelização de Ratchet & Clank (PS2). Um dos comentários feitos para nós em conversa com um dos diretores responsáveis pelo projeto é que os aprendizados obtidos ao longo dos anos para deixar a experiência mais fluida serão aproveitados. Naturalmente, não se espera que o público de 2016 reaja bem a princípios de controle de personagem adotados em 2002. Além disso, alguns aprendizados da equipe com Sunset Overdrive serão reaproveitados, a exemplo da mecânica de mira inteligente.
Para aqueles que querem um game divertido, mas desafiador, Ratchet & Clank será a melhor escolha.

A possível adição de outros planetas inexistentes na versão original é algo que podemos esperar. Resta saber se haverá outros desafios fora dos planetas também, como as lutas com naves no espaço.

Colaboração: Roberto Rezende
Luis Antonio Costa escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook