Perfil

Os protagonistas da série Persona

Os protagonistas da série apresentam características marcantes, mesmo tendo personalidade mais suave por representar o próprio jogador.



Uma das características mais marcantes da franquia Persona são seus personagens carismáticos, complexos e memoráveis. Já os protagonistas são silenciosos e de personalidade quase neutra para representar o jogador. Em outras mídias, como em mangás e animes, a personalidade desses heróis são mais desenvolvidas e às vezes até consideradas como canônicas. Conheça melhor os protagonistas da série.

Revelations: Persona (PS/PSP) — Boy with Earring

O protagonista de Revelations: Persona é conhecido como Boy with Earring (o garoto de brinco). Silencioso e quieto, ele é um estudante de St. Hermelin High School que acaba participando da brincadeira “persona” junto com seus colegas de turma.

O garoto é a máxima de um protagonista de Persona: visual simples, poucas características de personalidade, sempre estoico, tudo isso para representar o jogador. Mesmo assim, no decorrer da trama, é possível perceber que ele tem capacidade de ser um ótimo líder, principalmente por se mostrar perceptivo, perseverante e com compaixão. Curiosamente, o visual dele foi alterado na versão ocidental do primeiro Persona: a cor da pele ficou mais clara e o cabelo tornou-se curto e vermelho, em uma tentativa de parecer mais ocidental.

Em combate ele usa espadas curtas como arma principal e uma metralhadora como arma secundária. Sua Persona inicial é Seimen Kongou, uma criatura baseada em Rakshasa, da cultura hindu, especializada em ataques de vento. Já sua Ultimate Persona é Amon-Ra, inspirada na entidade egípcia de mesmo nome, que conta com uma variedade de golpes de fogo e do tipo Almighty.

Persona 2: Innocent Sin (PS/PSP) — Tatsuya Suou

Tatsuya Suou é um estudante da escola Seven Sisters que participa de uma série de acontecimentos estranhos após se envolver em uma briga com uma gangue. Depois desse evento, rumores passam a virar realidade e o garoto e seus amigos decidem investigar esse fato. Tatsuya foi o primeiro personagem da série a ter um nome oficial no jogo, por mais que seja possível mudá-lo.


O protagonista de Persona 2: Innocent Sin é popular por mostrar atitudes maduras e ser sempre amigável. O curioso é que tudo isso é fachada: Tatsuya é bem solitário e prefere não se envolver profundamente com as pessoas. Para piorar, ele tem problemas de relacionamento com seu irmão mais velho, Katsuya Suou, que é um policial bem sucedido. A soma de tudo isso faz com que ele constantemente mate aula, o que intriga as pessoas constantemente. Na continuação Eternal Punishment, Tatsuya é um personagem importante e de personalidade diferente, mas não é mais o protagonista.

O garoto usa espadas para duas mãos em combate e tem como Persona inicial Vulcanus, o deus de fogo da mitologia romana. Caso prove seu valor como líder durante a história, Tatsuya recebe a Ultimate Persona Apolo, que é especializada em poderosos ataques de Fogo, Almighty e Nuclear.

Persona 2 Eternal Punishment (PS/PSP) — Maya Amano

A protagonista de Persona 2: Eternal Punishment é uma das mais notáveis da série Persona por vários motivos. O primeiro deles é o fato de ser a primeira heroína da franquia — depois dela, só tivemos Aigis, em Persona 3 FES (PS2). Além disso, ela apresenta personalidade bem construída, principalmente por ter sido uma das personagens jogáveis de Persona 2: Innocent Sin.


Maya Amano é uma repórter que escreve para a Coolnest, uma revista para o público adolescente. Sua característica mais marcante é a positividade: a garota sempre está alegre e otimista, sendo que seu jargão é “Let’s think positive!” (Vamos pensar positivo!). Ela se envolve nos acontecimentos de Innocent Sin ao investigar os rumores sobre Joker, uma entidade capaz de realizar desejos. Em sua busca, ela acaba encontrando Tatsuya Suou, e eles passam a trabalhar juntos. Por ser extremamente otimista e bondosa, Maya torna-se a líder do grupo de heróis, encorajando todos sempre.

A repórter só se torna protagonista na continuação Eternal Punishment. Por conta dos eventos finais de Innocent Sin, todos esqueceram de Maya, ou seja, ela é uma completa estranha para o grupo de heróis. A vida de Maya mudou quando esbarrou em um estranho na rua: depois desse evento, uma mancha estranha, que doí ocasionalmente, apareceu em seu peito. A aventura só começa quando a repórter está investigando um rumor sobre Joker, assim como em Innocent Sin. Ela é atacada pela criatura e é forçada a usar sua Persona, depois disso todos descobrem que o mundo está em grande perigo. Maya tornou-se silenciosa nessa continuação por ser a protagonista do jogo, porém todas as características de sua personalidade se mantiveram intactas.

Uma dupla de pistolas é a escolha de Maya para enfrentar os monstros. Maia, a filha de Atlas e Pleione na mitologia grega, é a Persona inicial da repórter e é especializada em ataques de gelo — o que combina perfeitamente com a garota, pois ela tem fobia a fogo. Depois de eventos nos dois jogos, Maya pode invocar também a Ultimate Persona Artemis.

Persona 3 & Portable(PS2/PSP) - Protagonista

O protagonista de Persona 3 também é conhecido como “o garoto com fones de ouvido”, pois ele sempre está com seu MP3 player e com seus fones de ouvido. A sua história começa quando ele é transferido para a escola Gekkoukan High School e, por acaso, acaba descobrindo a existência da Dark Hour: um período de tempo que acontece depois da meia noite e que muda drasticamente o mundo. O protagonista entra para o SEES, um grupo de estudantes que explora uma torre repleta de Shadows que só aparece durante a Dark Hour.

Por representar o jogador, o protagonista é silencioso, porém apresenta alguns traços de personalidade. Ele é calmo e reservado, fato esse reforçado pela sua aparência séria e a predominância da cor azul no seu visual. Muitos personagens o consideram introvertido e distante, pois ele normalmente só fala quando perguntam algo a ele. Os mangás e filmes de Persona 3 desenvolvem mais a personalidade do protagonista, e nessas mídias ele é ainda mais sombrio e apático.


Persona 3 Portable (PSP) trouxe a possibilidade de escolher uma protagonista feminina. A garota é o oposto do rapaz: divertida, animada e engraçada, sempre se importando com os outros. Esses traços de personalidade podem ser vistos por meio das opções de respostas nos diálogos e nas reações dos outros personagens, mesmo ela sendo silenciosa. Até mesmo seu visual reflete sua personalidade com a presença de cores quentes.

Em combate, o protagonista de Persona 3 é o único da série capaz de utilizar várias armas diferentes, como espadas, lanças e arco e flecha. Isso mudou em Persona 3 Portable: o rapaz usa somente uma espada curta, já a garota usa uma lança naginata. Sua Persona inicial é Orpheus, que na mitologia grega é símbolo de tolice e sacrifício — o que combina perfeitamente bem com o papel do protagonista na trama de Persona 3. Messiah é considerada a Ultimate Persona desse protagonista, mesmo que não seja definida explicitamente no jogo. Messias é um termo utilizado pelas religiões para designar o salvador da humanidade e também faz sentido dentro da história de Persona 3.

Persona 4 (PS2/PS Vita) - Yu Narukami

A necessidade de se conectar aos outros define Yu Narukami, o protagonista de Persona 4 (PS2). Na trama do jogo, o rapaz se muda para uma cidade do interior chamada Inaba para morar com seu tio por um ano. Uma série de assassinatos está assolando a cidade e há um rumor de um programa de TV que só é transmitido em dias chuvosos à meia noite. Com a ajuda de seus amigos da escola Yasogami High School, Yu descobre um mundo paralelo dentro da TV, o Midnight Channel. O grupo descobre que o local tem relação com os assassinatos e vai fazer de tudo para resolver esse mistério.

Em Persona 4, Yu é reservado, calmo e contido, principalmente por ser um estudante transferido. Ele não fala diretamente durante a aventura, porém as opções de diálogo apontam que ele é perceptivo, inteligente e até mesmo brincalhão (principalmente quando fala alguma piada boba ou é sem noção). Sua maior qualidade é se importar com os outros: ele faz de tudo para ajudar seus amigos e outras pessoas, mesmo que isso envolva situações de perigo ou algo ridículo (como os pedidos absurdos de Yosuke).


O nome Yu Narukami na verdade veio do anime Persona 4 Animation — em Persona 4 o jogador escolhia o nome do protagonista. Os fãs gostaram do nome e a Atlus acabou adotando-o oficialmente nas continuações Persona 4 Arena e Dancing All Night. Curiosamente, o personagem ganhou ainda mais personalidade nesses outros jogos e mídias, contando principalmente com mais sarcasmo, mas sem nunca deixar de lado a característica de ser confiante e contido.

Yu usa espadas longas para duas mãos em combate e consegue conjurar feitiços elétricos por meio de sua Persona inicial Izanagi. A criatura é baseada numa deidade japonesa responsável por criar o mundo e outras divindades. Caso o jogador faça todos os passos para ver o final verdadeiro de Persona 4, Yu consegue invocar a Ultimate Persona Izanagi-no-Okami, sendo que “okami” significa “grande deidade”. Curiosamente, o real vilão da trama do jogo, Izanami, tem relação com Izanagi na mitologia japonesa.

Persona 5 (PS3/PS4) - Protagonista/Joker

Problema é uma palavra que define o protagonista de Persona 5 (PS3/PS4). O garoto é transferido para Tokyo por conta de ser acusado de agressão em sua cidade natal. Na grande metrópole, ele estudará na escola Shujin Academy por um ano — ele não é muito popular por conta desses problemas na sua terra natal. É lá que ele desperta sua Persona e funda os Phantom Thieves (ladrões fantasmas), um grupo com poderes sobrenaturais que tem como objetivo “roubar o coração” dos humanos corruptos. O protagonista torna-se o líder do grupo e tem o codinome de Joker.

O rapaz é um rapaz quieto e educado em uma primeira olhada, mas isso não passa de um truque para esconder seu coração rebelde e revoltado. É justamente esse descontentamento com a sociedade que o motivou a criar os Phantom Thieves. Essa personalidade conflitante aparece também durante os diálogos: as respostas podem ser bem contidas ou completamente ousadas. Quando se torna o Joker durante as missões com os Phantom Thieves, o protagonista assume uma postura ousada e muito confiante, completamente diferente de suas atitudes como estudante reservado. No geral, as pessoas acreditam que ele é inteligente, mas sempre guarda seus planos para si.


Durante as missões e as batalhas, Joker usa facas e pistolas para acabar com as Shadows. No começo da aventura, o protagonista usa sua Persona inicial Arsene para desferir feitiços do tipo Curse (maldição), já no fim da jornada ele pode adquirir a Ultimate Persona Satanael. A Persona icônica de Joker é baseada em Lupin Arsene, o ladrão gentlemen criado pelo escritor francês Maurice Leblanc — uma companhia perfeita para um ladrão de corações.

Revisão: Luigi Santana
Capa: Deviantart
Farley Santos é brasiliense e gosta de explorar games obscuros e pouco conhecidos. Fã de Yoko Shimomura e Motoi Sakuraba, é apreciador de boardgames, game music, fotografia, livros e animes. Além de mostrar seus cliques no Flickr, tem também um blog onde escreve sobre inúmeros assuntos.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook