Hands-on

BGS 2017: os exclusivos de PlayStation que receberam atenção

Além de títulos recentes, a PlayStation também decidiu trazer experiências de títulos para 2018, como Detroit e GT Sport.


A Sony PlayStation, que possui representação oficial no Brasil, está com um estande incrível na BGS 2017. Há diversos monitores e consoles PS4 Pro rodando tanto títulos recentemente lançados quanto lançamentos para 2018, além de uma demonstração de alguns títulos de PS VR para a galera que ainda não teve a oportunidade de conferir essa tecnologia incrível. Vamos cair de cabeça no estande mais azul da BGS 2017?

Jogos para todos os gostos

A Sony trouxe um line-up de games recém-lançados para a BGS 2017, visando ao consumidor gamer que ainda não teve a oportunidade de testá-los ou adquiri-los por conta dos preços de lançamentos de jogos no Brasil. Alguns dos títulos exclusivos de PS4 que apareceram por aqui foram Knack II, Uncharted: The Lost Legacy, Horizon Zero Dawn e Crash Bandicoot N. Sane Trilogy. Sem muitas novidades sobre os títulos, eles estavam disponíveis para teste, desde que os visitantes do evento decidissem encarar as longas filas de espera.


Para as opções exclusivas de PS VR, tivemos alguns títulos como Batman Arkham VR e Until Dawn: Rush of Blood prontos para serem "vividos" de dentro do universo do aparato de realidade virtual, mas estes disponíveis apenas por agendamento prévio por meio do aplicativo PlayStation Experience, disponível para Android e iOS.

Conferindo em primeira mão

A espera foi grande por anúncios de novos títulos, mas isso infelizmente acabou não acontecendo. Porém, alguns títulos merecem destaque pelo seu impacto durante o evento e por trazerem demos e versões de teste que agradaram (e muito) o público.

Detroit: Become Human, o mais novo projeto da Quantic Dream para o PS4 e programado para lançamento em 2018, foi um dos sucessos da BGS 2017. A equipe do GameBlast teve a oportunidade de acompanhar uma demo exclusiva e tirar algumas dúvidas com um dos produtores do jogo. Além de mostrar o terceiro personagem jogável, o androide rebelde Markus, ele mostrou um pouco mais do impacto de suas escolhas na narrativa.

Ao finalizar uma seção do jogo, escolhendo fugir e abandonar o objetivo, o produtor nos mostrou com as próprias mãos como a parceira de Markus reage à escolha do androide e como as patrulhas policiais mudam seu curso de ação. Em um segundo momento, agindo de modo a tentar invadir o prédio onde se encontravam os andróides ainda não "despertados", eles cumpriu todos os objetivos para a invasão, invadindo sistemas, burlando a segurança de um drone patrulheiro e até estilhaçando painéis de vidro do prédio com um caminhão para chegar ao interior do local.


A parte mais interessante da demo, porém, foi mostrar a dualidade presente nas escolhas morais, não somente impactando no sentimento de conquista e culpa do jogador, mas contribuindo com um medidor de boas e más ações, o que acaba deixando o jogo ainda mais misterioso e difícil de um maneira orgânica e interativa.

Uma outra demo do título estava presente no estande e era aberta para o público apenas por agendamento via aplicativo. Esta, diferentemente da demo para a imprensa, te colocava na pele de Connor em uma seção investigativa que se iniciava em um apartamento e culminava em uma cena bem agitada e emocionante, negociando com outro andróide o triste fim ou alegre recomeço de vida de uma garota que estava à beira da morte. Cabia ao jogador fazer as escolhas certas e ver que o destino da jovem Emma estava em suas mãos. Para aqueles que, além de jogar a demo, conferiram a experiência de outros jogadores que estavam por perto, pôde-se perceber o cuidado dos produtores em criar uma atmosfera tensa e emotiva durante a narrativa.

A corrida contra o tempo

Após muitos anos sem receber um título e em um processo de desenvolvimento refinado e cuidadoso, Gran Turismo Sport finalmente deu as caras na BGS 2017 como um simulador de corrida nunca antes visto. As mudanças significativas do título foram importantes para que ele não perdesse o reinado para seu mais novo rival de peso, Forza Motorsport 7 (PC/XBO), que também tem ganhado muita popularidade.


Além do incrível visual e desempenho gráfico, que roda em 4K, 60 fps e tem suporte a HDR no PS4 Pro, Gran Turismo se destaca agora também com um sistema de sons que permite a identificação de ruídos diferente no carro e no ambiente externo a ele. Todos esses recursos audiovisuais tornam-se ainda mais perceptíveis com o total suporte do jogo para PS VR, criando uma experiência imersiva e emocionante.

Contando agora com mais de 150 veículos recriados a partir de um algoritmo preciso, variedade é o que não faltará por aqui. O melhorado sistema realista de física automotiva e mecânica dos veículos também merece méritos, o que transforma muito da jogabilidade que havia sido trazida pelo sexto título da série. O jogo conta, também, com recursos para o ajuste de dificuldade e nível de ajuda, não limitando o título para exímios fãs de jogos de carro.

Durante a BGS 2017, o título esteve disponível para teste em um (quase) simulador de corridas, e contava com uma acentos anatômica no formato do cockpit dos carros de Formula 1, volante personalizado e fone para imersão sonora, além de um monitor com resolução 4K.

Days Gone, título desenvolvido pela Bend Studios, foi mostrado apenas para a imprensa especializada no formato da demo da E3, ilustrando um pouco mais do mundo aberto repleto de mortos-vivos, o fator dinâmico do clima e a interação com a variedade de criaturas e pessoas presentes no jogo com objetivo de sobreviver. A falta de uma versão jogável para o público geral um pouco de descontentamento.

O que mais fez falta?

Houve uma certa decepção com relação a futuras grandes promessas para 2018 e, provavelmente, 2019. Pelo fato do emblemático Hideo Kojima ter sido convidado para a décima edição da Brasil Game Show, havia uma certa expectativa de que mais detalhes sobre Death Stranding fossem revelados. O título em questão, produzido inteiramente pela Kojima Productions, teve apenas dois trailers revelados até o momento, e já conta com diversas teorias de fãs sobre a trama e a temática do jogo.


O novo exclusivo em parceria com a Marvel não também recebeu maiores informações. Marvel's Spider-Man, anunciado para lançamento em 2018, apenas foi mostrado em formato de trailer no telão do gigante estande azul. God of War, título muito aguardado para 2018, também não recebeu demo jogável, e pôde somente ser visto nos telões. Esse era, provavelmente, o título que mais pessoas esperavam poder jogar, mas infelizmente não foi possível. The Last of Us Part II nem chegou a ser mencionado, provavelmente por estar em estado intermediário de desenvolvimento. De qualquer maneira, a PlayStation fez bonito e deixou muitos olhos brilhando e bocas aberta.


Arthur Maia escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook