Perfil

The Last of Us (PS3), conheça Ellie, a jovem imune ao vírus apocalíptico

A protagonista de The Last of Us, conheceremos um pouco mais sobre a personagem.

A garota que está sempre ao lado de Joel, em The Last of Us (PS3/PS4) irá retornar, dessa vez como a protagonista de The Last of Us Part II (PS4). Agindo como a segunda protagonista do jogo, criado e desenvolvido pela Naughty Dog. A garota demonstra uma certa inocência e uma personalidade divertida, estando sempre preparada para o combate. Porém, a continuação dessa icônica história irá se passar anos após os eventos do primeiro título, onde observamos uma Ellie mais madura.

A sobrevivente do apocalipse

Ellie nasceu um pouco depois que a epidemia de fungos se espalhou pelo mundo, crescendo em uma comunidade militar. Após perder sua mãe com tão pouca idade, ela também se viu mudando de comunidade, o que gerou conflitos com as crianças do novo assentamento, como mostrado na HQ The Last of Us: American Dream.


Após algum tempo nessa nova comunidade, ela se tornou amiga de Riley, uma menina que fugia para as ruínas da civilização. Durante uma das incursões das meninas, elas foram surpreendidas por infectados, que acabaram mordendo e infectando Ellie, como mostrado no DLC The Last of US: Left Behind (PS3/PS4).

Um ano depois, ela é transportada por Marlene para a comunidade onde ela conhece Joel. Em The Last of Us (PS3/PS4), o homem age como seu guarda-costas, guiando-a até uma base dos vagalumes, onde os revolucionários iriam retirar o cérebro da garota e estudar sua imunidade, podendo chegar a uma possível cura. Após a longa jornada Joel se apega a Ellie e decide impedir seu trágico destino, levando-a para uma comunidade onde eles podem viver juntos.

Boca suja e colecionadora

Por crescer em um ambiente tão hostil, Ellie demonstra uma personalidade temperamental e impulsiva, possuindo uma língua afiada, utilizada para expressar seus sentimentos. Como reflexo de sua criação, ela não demonstra qualquer problema em utilizar violência para conquistar seus objetivos, apesar disso mantém uma particular inocência, talvez por não conhecer a total maldade que os humanos podem ter, em contraponto com Joel.

Demonstrando imensa coragem e pensamento rápido, ela possui medo de perder as pessoas com as quais se importa. Além disso, também teme ficar sozinha novamente. Ela é uma uma entusiasta do mundo antigo, sendo obcecada por coletar quadrinhos, games, músicas e livros durante sua viagem com Joel. Ellie também tem um senso forte de justiça, tomando decisões de forma independente e achando que ela não precisa de permissão dos adultos.

Habilidades e armas

Ellie demonstra ser uma personagem mais desengonçada que Joel, possuindo até uma versão mais simples da habilidade de escutar os infectados. Apesar de suas habilidades furtivas serem tão boas quanto as do seu protetor, ela demonstra dificuldade em abater adultos, tendo que paralisar seus inimigos primeiro. Ela é inexperiente, sendo sempre surpreendida por alguém que se esgueira em suas costas.

Sua arma inicial é a faca retrátil, que não perde o fio, permitindo a garota se esgueirar e eliminar oponentes de forma furtiva com mais facilidade. Ela só aprende a atirar e passa a carregar uma arma após salvar Joel. Como NPC ela não é vista pelos inimigos, mesmo enquanto vaga pelo cenário, oferecendo ocasionalmente itens de cura e munição para o jogador, mas caso Joel seja avistado pelos inimigos, Ellie também será atacada.

O futuro da história

Pouco ainda se sabe sobre a continuação da história de Ellie em The Last of Us: Part II (PS4). Nos trailers e imagens divulgadas vemos uma Ellie mais velha, com uma tatuagem em seu braço direito, tocando um violão, que Joel prometeu lhe ensinar após tudo acabar. Porém, uma grande quantidade de cadáveres pode ser observado, demonstrando sentimentos de raiva e ódio aos infectados, além de certa tristeza.

A garota também possivelmente irá protagonizar o próximo título da franquia e muitas teorias já a cercam. Ellie é uma excelente personagem, agindo como o contraponto de Joel, mantendo uma certa inocência e auxiliando o amigo durante a jornada. Podemos esperar que o retorno de Ellie seja turbulento, com uma história tão intensa como a do primeiro jogo, esclarecendo as dúvidas sobre o aparente aumento de sua ferida infectada. Podemos nos perguntar qual será o destino da garota?



Revisão: Gilson Peres
Antonio Stark escreve para o PlayStation Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook