O PS Vita não chegou ao seu fim — Sony desfaz o mal-entendido

Apenas o modelo mais antigo perderá o suporte. O Slim e o PS TV continuarão firmes e fortes.

Mais cedo, noticiamos que em uma reunião para acionistas da Sony, Andre House, o CEO global da Sony Computer Entertainment, declarou que o PlayStation Vita seria considerado de agora em diante como uma "plataforma de legado". Isso significaria que a companhia cessaria com o suporte à plataforma. No entanto, em uma nova declaração, foi esclarecido que o executivo se referia somente ao modelo mais antigo do aparelho.

Em um comunicado, um porta-voz da empresa declarou:
"O que Andy mencionou como plataforma de legado era parte da exclusão de componentes [dos procedimentos de manufatura] do PS Vita de primeira geração, o qual não está mais disponível no mercado. [...] E ele não quis dar a entender [que era a respeito] dos modelos atuais de PS Vita e PS TV, que estão disponíveis no mercado. Nosso negócio de portáteis continuará, e muitos usuários estão desfrutando do recurso de remote play do PlayStation 4 como também dos jogos de PlayStation Vita em seus PS Vitas e PS TVs."
Com a situação esclarecida, nos resta agora observar como a Sony fará para encaixar o portátil em seus planos. Aguardemos as novidades que a companhia está preparando para trazer a público durante a E3, que ocorre de 16 a 18 de junho em Los Angeles. A equipe do GameBlast estará presente no evento trazendo bastante conteúdo sobre feira, acompanhe a nossa cobertura.

Fonte: GamesBeat
Luiz Filipe Cremonezi do Valle é formado em Direito pela UFJF. Adora videogames desde que se entende por gente. Gosta de jogos antigos, mas está sempre ligado nos novos games e tecnologias. Pode ser encontrado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook