Top 10

Os melhores games de ação/aventura para o PS4 até agora

Procurando o que jogar nesse início de ano? Confira os melhores games de ação e aventura lançados para o PS4 até agora!

O gênero ação/aventura é, possivelmente, o maior gênero de todo o universo de videogames. Iniciado com Adventure (Atari 2600), em 1979, ele é a junção de mecânicas de dois gêneros já muito populares que resultou em uma fórmula de “fazer jogos” que se encaixa em muitas jogabilidades, histórias e estilos de narrativa diferentes. Entretanto, elencar jogos desse gênero requer muito cuidado, justamente por várias coisas parecerem entrar nessa lista, mas na verdade nem fazem parte do gênero ação/aventura.


Para início de conversa, vamos conceituar exatamente o que são jogos de ação/aventura. Como o próprio nome obviamente sugere, são games que combinam mecânicas do gênero ação (ou action) com o gênero aventura (ou adventure). Lembrando que esse é um gênero separado dos demais, então jogos que tenham mecânicas de ação com outros gêneros como action RPG em Horizon Zero Dawn (PS4) e Assassin’s Creed Odyssey (Multi), ação com FPS em Battlefield V (Multi) e Call of Duty: Black Ops 4 (Multi), action stealth em Hitman 2 (Multi) ou os que combinem aventura com outros gêneros que não ação, como a aventura com plataforma em Ratchet & Clank (PS4) e Celeste (Multi), não entram nessa lista.


Isso porque o gênero de ação/aventura exige dos jogadores tanto os reflexos rápidos para superar desafios do gênero Ação como também capacidade de encontrar soluções para problemas e enigmas do gênero aventura. Para essa lista do PlayStation 4 em específico, não contaremos no Top 10 também games remasterizados, deixando-os no máximo para as menções honrosas. Sem mais delongas, vamos à lista!

10 - Watch Dogs 2 (Multi)

Começando a lista com aquele que resolveu diversos problemas do seu polêmico antecessor. Watch Dogs 2 (Multi). Mesmo que o jogo não tenha inovado tanto em comparação ao primeiro Watch Dogs, ele foi responsável por corrigir inúmeros problemas que causaram uma publicidade mais que negativa para a franquia com o primeiro jogo. A Ubisoft conseguiu fazer um trabalho de primeira para salvar o fracasso do primeiro jogo, dando novos ares à franquia com um novo protagonista.



Com uma narrativa leve muito agradável, personagens mais ao estilo juventude ativista e uma reprodução incrível tanto de São Francisco como de algumas regiões do seu entorno, como o Vale do Silício.  O bacana de Watch Dogs 2, que inclusive fez ele entrar nessa lista, é o fato de ser um ótimo jogo em mundo aberto, mas com a presença de alguns elementos diferenciados. Todos relacionados às possibilidades de hackear inúmeros elementos da cidade.

9 - Rise of the Tomb Raider (Multi)

Mesmo que Shadow of the Tomb Raider (Multi) já esteja entre nós com toda a glória de Lara Croft de volta, não poderíamos deixar essa lista sem este que é um dos melhores capítulos da saga da icônica personagem dos videogames. A primeira continuação do reboot da série feito em 2013 traz uma ótima evolução da personagem, levando-a à Sibéria, onde Lara busca um artefato que supostamente concede vida eterna.



Rise of the Tomb Raider (Multi) apresenta um vasto mundo com três funções básicas muito elogiadas pelos fãs: sobrevivência na natureza, exploração de tumbas e combate. Dessas a que mais chama a atenção são as explorações de tumbas, que dão ao jogo o ar que faltou no primeiro do reboot, com toda a aventura a resolução de puzzles que fez a franquia Tomb Raider muito bem conhecida. Por essas e outras, a nona posição da nossa lista é da Lara.

8 - Batman - Arkham Knight (Multi)

Falando em trilogias, quem ainda se lembra da sequência de games da série Arkham de Batman? Pois bem, encerrando a brilhante saga de jogos do morcego pela Rocksteady Studios, Batman - Arkham Knight (Multi) traz uma Gotham incrível em formato de mundo aberto, com formas muito dinâmicas e divertidas de se explorar a cidade. Além disso, fecha a trilogia principal de games de forma estupenda, tendo como principal vilão o Espantalho.



Entre os pontos mais altos do jogo está a estreia do Batmóvel, que vem quase como um tanque de guerra de última geração, com muita liberdade de movimento e habilidades desbloqueáveis. Mesmo que o jogo seja do já distante 2015, ainda é muito divertido de se jogar, o que vale sua merecida posição aqui no nosso Top 10.

7 - Assassin's Creed Origins (Multi)

Como o mais novo Assassin’s Creed já não se encaixa exatamente no gênero Aventura, bebendo muito mais do Action RPG do que seus antecessores, nessa lista falaremos do seu antecessor de igual sucesso: Assassin’s Creed Origins (Multi). Depois de alguns anos em hiato, a Ubisoft resolveu voltar com toda a força para a franquia dos assassinos com uma aventura egípcia que conta nada menos que a origem da Ordem dos Assassinos. O jogo foi muito elogiado por fãs e pela crítica, além de até hoje terem discussões se ele é ou não melhor que o recente Assassin’s Creed Odyssey (Multi).



Mas não é só a ótima história de Bayek que agrada em Origins. Toda a reformulação feita com os combates, a livre exploração como nunca vista antes na série, as diversas e variadas missões e novos recursos como o uso da Águia que acompanha o protagonista mostraram que a franquia de Assassin’s Creed ainda está viva e a todo vapor. Mesmo dois anos após seu lançamento, o jogo ainda agrada bastante e pode ser experimentado sem medo.

6 - Uncharted 4 - A Thief's End (PS4)

O que seria de um Top 10 de ação/aventura para um console da Sony sem ao menos um título da Naughty Dog, não é mesmo? E o PlayStation 4 recebeu em 2016 o brilhante Uncharted 4 - A Thief’s End (PS4). Com uma qualidade visual estupenda se comparada aos outros jogos da série, Uncharted 4 chegou para encerrar a história principal da franquia, que acompanhava desde o PS3 as desventuras de Nathan Drake.



Além da excelente narrativa e ótimos enigmas, A Thief’s End também empolga na ação. São perseguições de carro, escaladas durante desmoronamentos, tiroteios, invasões furtivas, busca de tesouros em locais perigosos e muito mais. Se a franquia Tomb Raider tem um adversário a altura nessa geração, sem dúvidas este é Uncharted. E o quarto capítulo da aventura principal da série com certeza é uma das melhores experiências de ação/aventura do PS4.

5 - Bloodborne (PS4)

Antes de mais nada, não, Dark Souls não é uma franquia de ação/aventura. Entretanto, mesmo que Bloodborne (PS4), beba bastante do estilo Soul’s like, ele ainda é considerado como um game de ação/aventura, justificando sua presença nessa lista. O incrível jogo da From Software lançado no início de 2015 com exclusividade para o console da Sony agradou bastante por trazer uma jogabilidade bem mais dinâmica e rápida do que aquela vista até então em Dark Souls.



Como se não bastasse isso, o design tanto do ambiente como dos personagens é incrível e bem inédito, além do level design estupendo que já é marca registrada da desenvolvedora. Assim, cada andar, prédio e território do mundo do jogo é um enorme puzzle a ser resolvido entre hordas e mais hordas de inimigos incrivelmente bem construídos. E claro, mesmo que Bloodborne não seja tão difícil quanto a franquia Dark Souls, ele tem sim um nível de desafio bem interessante.

4 - Hellblade: Senua's Sacrifice (Multi)

Conhecido como o “Indie AAA”, Hellblade: Senua’s Sacrifice (Multi) foi um incrível projeto feito pelo então pequeno estúdio Ninja Theory, atualmente comprado pela Microsoft. O game chama atenção inicialmente pelo seu enredo: a jornada de Senua, uma guerreira celta que precisa invadir o inferno dos Vikings para resgatar seu amado, aprisionado lá por um sacrifício. O principal problema da trama? Senua é também esquizofrênica, tendo assim inúmeras alucinações visuais e auditivas que a acompanham durante toda a sua jornada, deixando jogadores aflitos ao questionarem o que é, de fato, real.



Se fosse só pelo enredo, Hellblade já seria um ótimo game, entretanto, as mecânicas de jogo e a forma que o game consegue traduzir o estado mental de Senua para o jogador faz com que Hellblade seja também um dos melhores títulos lançados nos últimos anos. Isso porque tanto puzzles como combates usam e abusam de alucinações visuais e auditivas como formas de incrementar o gameplay. Por fim, o jogo é tão bem feito no sentido psicológico, que até fizemos por aqui um texto sobre esses aspectos.

3 - Marvel’s Spider-Man (PS4)

O brilhante retorno do cabeça de teia para o mundo dos games foi aclamado por público e crítica, sendo inclusive um dos indicados a jogo do ano pelo The Game Awards no ano passado. Foram dois anos cheios de dúvidas que nem mesmo os diversos trailers conseguiram responder. Depois de uma década de jogos sofríveis do Homem Aranha, felizmente temos entre nós o incrível Marvel’s Spider-Man (PS4), um dos maiores exclusivos do console até então.



Com uma Nova York incrivelmente realista, inúmeros trajes para utilizar, movimentação dinâmica estupenda e uma história digna dos melhores quadrinhos do aranha, o game é uma ótima pedida tanto para fãs de super-heróis como para os amantes do gênero ação/aventura. O retorno de Peter Parker é até então uma das melhores experiências do PlayStation 4, que usa bastante do console. Entretanto, ainda temos alguns títulos incríveis para explorar. E você já deve até imaginar quais são...

2 - Red Dead Redemption 2 (PS4/XBO)

A tão esperada continuação de uma das melhores franquias da Rockstar finalmente chegou no final de 2018. Red Dead Redemption 2 (PS4/XBO) não é só um incrível jogo de ação/aventura, mas também um passo incrível para o futuro dos jogos em mundo aberto. A quantidade de mecânicas, possibilidades e detalhes do jogo surpreendem bastante e fizeram dele o jogo mais premiado do último The Game Awards, mesmo que ele não tenha recebido o tão aguardado título de “Game of the Year” pela premiação.



O jogo é um prelúdio do primeiro título da franquia e traz um dos maiores e mais densos mundos abertos que a indústria de games já viu. Pode ser que alguns leitores questionem o motivo dele estar na segunda posição do nosso Top 10, mas isso não é somente por ele ter perdido o título de Game of the Year, mas também pelo fato de RDR2 não ser exatamente um jogo para todos. Por conta da sua altíssima complexidade, narrativa lenta e solta demais, muitos jogadores podem se sentir cansados, desmotivados ou até irritados com o jogo. Por essas e outras, ele perdeu a esperada primeira posição. Mas uma coisa é fato: ele não é simplesmente um GTA de cavalos, fica a dica.

1 - God of War (PS4)

Já esperado por muitos na primeira posição da nossa lista, aqui temos o incrível novo capítulo da conhecidíssima franquia de Kratos. God of War (PS4) da continuidade à história principal da jornada de Kratos após os trágicos acontecimentos de God of War III (PS3). Entretanto, o título chama bastante atenção tanto pelo gameplay incrível como também pela construção de personagens sem comparações com o restante da franquia.



A aventura nórdica de Kratos e seu filho Atreus surpreende bastante e dá mais profundidade a um personagem que era muito conhecido por simplesmente correr de vingança em vingança com muito sangue e ódio. O sangue ainda está bem presente no novo título da franquia, mas o ódio é substituído por sabedoria e senso de proteção, além de mecânicas de combate totalmente reformuladas que deixaram os combates mais imersivos e incríveis. A cereja do bolo pode ser os puzzles bem construídos e pensados para serem resolvidos de forma lógica. Além de ser o Game of the Year de 2018, nada mais justo que também estar na primeira posição dessa nossa lista cheia de jogos brilhantes.

Menções Honrosas

Claro que com um gênero tão amplo, outros títulos brilhantes poderiam ser citados por aqui. Entretanto, alguns deles não são tão memoráveis como os citados anteriormente, mesmo que mereçam seus devidos holofotes, como é o caso de The Last Guardian (PS4) e Infamous Second Son (PS4), exclusivos do console. Além disso, temos também ótimas remasterizações que complementam ainda mais a coletânea de incríveis jogos do nosso querido console: Uncharted: The Nathan Drake Collection (PS4), God of War III Remastered (PS4), Shadow of the Colossus (Multi), GTA V (Multi), Shadow of Mordor (Multi) e o icônico The Last of Us Remastered (PS4).



Com isso podemos ver como o PlayStation 4 é completo e versátil em seus títulos de ação/aventura, dando opções de jogo lineares e em mundo aberto que agradam diversos públicos. Mas vale lembrar que essa lista ainda não é definitiva, uma vez que os lançamentos do console não estão exatamente próximos do fim. Não é exagero pensar que ainda temos cerca de dois ou três anos de lançamentos ainda por vir com muitos títulos estupendos que, com certeza, acrescentarão ainda mais diversidade e qualidade para essa lista.

Gilson Peres é Psicólogo e Mestrando em Comunicação pela UFJF. Está no Blast desde 2014, onde é Redator e Diretor. Começou sua vida gamer bem cedo no NES e hoje divide seu tempo entre games antigos e novos. Pode ser visto por aqui sempre escrevendo algum texto polêmico, instrutivo ou nostálgico. Geralmente é visto em alguma discussão no Facebook ou no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook