O que podemos esperar da Sony na E3 2017

A conferência da empresa será segunda-feira, a partir das 22:00h, horário de Brasília.


A Eletronic Entertainment Expo, ou simplesmente E3 está prestes a realizar sua edição do ano de 2017. A feira reúne grandes empresas do mundo dos games para mostrar ao mundo suas mais novas criações e gerar antecipação e ansiedade em um público sedento por novidades. Dentre as três grandes fabricantes de consoles atualmente, a Sony parece ter encontrado o seu caminho ideal desde o ano de 2015, levando o público presente em sua conferência à loucura com anúncios como Shenmue 3 e o remake de Final Fantasy VII. Será que a gigante nipônica ainda tem boas cartas em sua manga ou ela já gastou tudo que tinha nos últimos dois anos?


Jogos, jogos e mais jogos

O PlayStation 4 está prestes a alcançar a marca de 60 milhões de unidades enviadas às lojas. É possível ter uma noção do imenso sucesso que o console tem feito entre o público, o que permite que a Sony não se preocupe com questões de hardware no momento. Ainda que em 2016 ela tenha anunciado em sua conferência na E3 o PlayStation 4 Pro, uma versão atualizada e mais poderosa do que o PS4 original e que foi lançado em novembro do mesmo ano, não há a necessidade de se preocupar com o esquecimento da versão mais simples do console. Desde novembro, apenas 20% das vendas de PS4 são da versão Pro.

Se não há a necessidade de se focar em hardware, então é possível dar toda a atenção possível aos jogos. Não há como negar: o hype criado pelo anúncio de jogos é legítimo, mesmo que às vezes nos leve à uma possível decepção. Tanto em suas conferências de 2015 quanto de 2016, a Sony abriu amplo espaço para a apresentação de jogos em seu palco, cativando jogadores com aquilo que mais desejam. É como se ela soubesse atingir o fã no ponto exato de seus corações, seja com o anúncio de um novo God of War, ou com as versões totalmente refeitas dos três primeiros games da série Crash Bandicoot na coletânea Crash N’Sane Trilogy.

Passado é passado. Agora, o que importa é o futuro

Muito bem. Chega de Horizon Zero Dawn, chega de The Last Guardian e chega de NioH nas conferências da Sony na E3. Os games citados já foram lançados, e podemos esperar um line-up de jogos renovado esse ano. Shawn Layden, Presidente da Sony Interactive Entertainment America, disse que o público pode esperar a presença de Uncharted: The Lost Legacy, God of War, Spider-Man PS4, Days Gone e Gran Turismo Sport, com God of War sendo o protagonista da apresentação. Destes jogos, apenas Lost Legacy tem data de lançamento definida, com Gran Turismo Sport programado para algum momento deste ano, enquanto os outros jogos seguem sem data exata ou mesmo uma possível janela de lançamento. Há de se esperar então que a Sony divulgue uma data definitiva para o lançamento de alguns destes jogos, sendo God of War o mais provável a ter sua data de lançamento revelada. O game já está jogável do início ao fim de acordo com seu diretor, Cory Barlog.

Algo que tem sido muito recorrente na indústria de games atualmente é o adiamento e mudanças de datas no lançamento de um game. Uncharted 4 A Thief’s End, por exemplo, sofreu pelo menos quatro adiamentos até seu lançamento oficial em 10 de maio de 2016. Para evitar a fúria dos consumidores, principalmente daqueles que compram um game em pré-venda, a Sony decidiu não revelar datas de lançamento de seus jogos até que haja uma data definitiva, para que não ocorra atrasos como em Uncharted 4. É uma jogada arriscada, afinal, muitos dos jogos anunciados em suas conferências de 2015 e 2016 seguem sem expectativa de quando serão lançados, mas é uma forma de preservar a reputação de suas produtoras e evitar o descontentamento dos jogadores.

Possibilidades para os principais títulos da conferência da Sony


- Spider-Man PS4: anunciado durante a E3 2016, o novo jogo do Cabeça de Teia seguirá uma história completamente nova. Foi apresentado com um curto trailer, com trechos mínimos de jogabilidade, mas que foi o suficiente para deixar o público querendo mais. Podemos esperar que a produtora Insomniac anuncie, possivelmente, o título oficial de seu novo jogo, e quem sabe um trecho de jogabilidade estendido. Muito arriscado imaginar o anúncio de uma data de lançamento, mas um trailer de jogabilidade seria o suficiente.




- Uncharted: The Lost Legacy: anunciado durante a PlayStation Experience 2016 (evento próprio da Sony), o game será uma expansão independente de Uncharted 4, onde os jogadores irão controlar Chloe Frazer, personagem querida dos fãs da série e que assume o papel de protagonista em uma história completamente nova. Com data de lançamento definida para 22 de agosto deste ano, é possível esperar trechos de jogabilidade durante a apresentação da Sony. Não há exatamente mais novidades a respeito do game, que poderá ser adquirido de forma independente de Uncharted 4.

- Days Gone: desenvolvido pela Bend Studios, o game foi anunciado durante a E3 2016 com um trailer de jogabilidade. É possível esperar mais trechos assim, bem como detalhes sobre a trama, que por enquanto se resume a um mundo pós-apocalíptico devastado por uma pandemia. Espera-se que o game traga um foco emocional forte, de acordo com sua descrição no canal oficial da PlayStation no YouTube.





- Gran Turismo Sport: desenvolvido pela Polyphony Digital, o game de corrida exclusivo do PS4 segue programado para este ano, mas ainda sem data definitiva de lançamento. Podemos esperar novidades como trailers de gameplay, novos detalhes a respeito de seu sistema Driver Profile e, tudo dando certo, a data exata de lançamento do título, tido como um dos exclusivos de peso para o PS4 em 2017.





- God of War: o supra sumo da Sony para sua conferência este ano. Sabe-se que será o principal foco da apresentação sonysta em 2017. Anunciado na E3 2016, o game se passará depois dos acontecimentos de God of War 3, tendo a mitologia nórdica como pano de fundo. Apesar de ser uma continuação, o game também é quase um reboot para a série, repaginando a maneira como aborda sua história, assim como jogabilidade renovada, incluindo a possibilidade de um foco no estilo open-world, algo sugerido por rumores recentes (e que discutimos no começo do mês em um especial sobre o game). Existe a possibilidade de um novo trecho de jogabilidade, assim como a revelação de uma tonelada de detalhes acerca de sua jogabilidade e trama. É um jogo aguardado para 2018, porém sem data definitiva. Não será surpresa se anunciarem tal data durante a apresentação voltada ao jogo.



Muito além de seus jogos exclusivos, podemos esperar a presença de diversas produtoras third-party durante a conferência da Sony na E3 2017. A Square Enix pode trazer novidades sobre Final Fantasy VII Remake, ou mesmo sobre Kingdom Hearts 3 (improvável, mas possível), ou mesmo novos conteúdos para Nier Automata (exclusivo de PS4 nos consoles). A Activision segue firme em sua parceria com a Sony, e deve trazer muito conteúdo sobre Call of Duty WWII e Destiny 2, cujos títulos anteriores das franquias tiveram forte presença nas conferências anteriores da Sony (Call of Duty Black Ops 3 e Infinite Warfare receberam suas expansões com 30 dias de antecedência no PS4, enquanto Destiny recebeu conteúdo exclusivo). A Capcom também tem sido uma parceira importante para a Sony, trazendo exclusivamente ao PS4 a versão de consoles de Street Fighter V, e eles ainda possuem o misterioso Deep Down, anunciado quatro anos atrás para PS4 e que segue sem nenhuma novidade concreta.

Especulações e surpresas

Há alguns mistérios no ar que cercam a apresentação da Sony. Em seu evento próprio, a PlayStation Experience 2016, tivemos o anúncio de The Last of Us Part II. O que sabemos sobre o título? Nada além de que está em estágio inicial de desenvolvimento, então seria sonhar alto demais esperar mais detalhes sobre o game, principalmente trailers de jogabilidade (particularmente falando, estou sonhando nas nuvens com relação a The Last of Us Part II). Existe um breve rumor de que veremos o anúncio de Bloodborne 2 pela From Software, sequência do aclamado game homônimo de 2015. Há também Death Stranding, novo projeto de Hideo Kojima e sua produtora Kojima Productions em parceria com a Sony, mas por ser um projeto também em estágio inicial de vida, é improvável haver mais informações além do trailer exibido na E3 2016.



Há tanto para acontecer, e tanto que pode acontecer que fica difícil prever os movimentos da Sony. O foco principal de sua apresentação deverá ser totalmente em jogos, inclusive em novos jogos para PlayStation VR (apesar de sabermos que a Sony é fraca em oferecer suporte a dois sistemas, vide o sumiço do PlayStation Vita de suas conferências). O pensamento que possivelmente passa pela cabeça dos chefões da empresa é de que “em time que se está ganhando não se mexe”. Se é anúncio de jogos que os consumidores querem, dando razões para adquirirem os produtos da marca, então é o que provavelmente teremos para este ano. E não se deixe enganar por aqueles que criticam a Sony por não anunciar datas exatas de seus lançamentos. É muito melhor jogar no seguro do que causar decepções em massa com seus fiéis seguidores. Pelo menos sabemos que podemos aguardar excelentes jogos exclusivos e inéditos no futuro.

Revisão: Ana Krishna Peixoto

Francisco Camilo é formado em Serviço Social pela PUC-MG e até hoje não entende a verdadeira razão de ter feito tal curso. Apaixonado pelo mundo dos jogos eletrônicos, tem em sua mente um futuro ideal cuja existência é incerta e o leva a questionar se o que imagina é parte de um sonho ou ilusão. Pode ser encontrado aqui principalmente em análises e buscando troféus na PlayStation Network.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook