Top 10

Os jogos mais interessantes para PlayStation VR

O PlayStation VR promete trazer experiências inovadoras aos donos de PlayStation 4. Vamos conferir os dez jogos mais interessantes que utilizam o acessório.


A realidade virtual está cada vez mais próxima para os donos de PlayStation 4. O PlayStation VR, óculos de realidade virtual compatível com o console, chega em outubro e já conta com quase 90 títulos em seu catálogo, que inclui desde terror a esportes com robôs. Listamos dez desses games que prometem fazer a alegria dos futuros donos de VR.

Allison Road

Órfãos de Silent Hills, preparem-se: Allison Road está chegando. Descrito por seu criador Christian Kesler como uma homenagem ao título da Konami, o game conseguiu impressionar com seu trailer de gameplay e demonstrou que consegue ter personalidade própria, mesmo pegando emprestado elementos já vistos na demo do P.T. 

Depois de uma campanha bem sucedida no Kickstarter, Allison Road promete invadir os consoles e trazer todo o terror psicológico que os fãs do gênero tanto pedem. E o que poderia ser melhor do que isso? O anúncio de que o título terá suporte ao PlayStation VR, é claro! Se o trailer já garante bons sustos e um clima assustador e sombrio, imagine como deve ser enfrentar espíritos malignos por meio da realidade virtual. Será que o game é capaz de levar o terror a outros patamares? Apostamos que sim.

Cyber Danganronpa

Para demonstrar seu interesse pela realidade virtual e dar um gostinho sobre o que podemos esperar para o futuro, a Spike Chunsoft produziu uma demo para PlayStation VR baseada em Danganronpa: Trigger Happy Havoc. A demo se passa durante um dos julgamentos do qual participamos no game de PS Vita e demonstra como o título faria uso do PlayStation VR: durante o julgamento, você pode virar a cabeça para olhar para os personagens e apertar o botão R2 no PlayStation Move para debater com algum deles. 

Observar os ambientes e personagens em 3D foi o ponto alto da demo e, apesar de contar com alguns momentos estranhos (por que raios Aoi pulou em uma frase?), a demo cumpriu seu objetivo de nos fazer imaginar como seria procurar por pistas, desvendar assassinatos, participar de julgamentos e, ainda, observar de perto as punições do ursinho Monokuma utilizando o PlayStation VR. Só nos resta torcer para que Danganronpa VR se torne uma realidade.

Dead Secret

Jogos investigativos parecem combinar muito bem com a realidade virtual, e Dead Secret é mais uma prova disso. Revelado pela Robot Invader durante a Paris Games Week de 2015, o thriller investigativo com pitadas de survival horror coloca o jogador na pele de um jornalista que precisa desvendar os mistérios que envolvem a morte de Harris Bullard, um homem solitário com um passado misterioso. Procurar por documentos, solucionar puzzles e explorar várias localidades para juntar as peças e descobrir quem está por trás do assassinato de Bullard é só o início de tudo o que você terá que enfrentar. Afinal, será necessário lidar também com o fato de que você estará sendo constantemente perseguido e observado por alguém que não tem a intenção de ver os segredos de Bullard sendo desenterrados.

Como se o uso da realidade virtual já não fosse motivo suficiente para nos interessarmos pelo título, o fato de que o jogo foi inspirado em games clássicos de terror, como Siren, Clock Tower e Deadly Premonition, ajuda a aumentar o hype em torno do título. Se o jogo for tão tenso quanto promete, teremos aqui uma boa pedida para quem gosta de bancar o detetive.

EVE Valkyrie

Batalhas espaciais e realidade virtual parecem ser uma combinação perfeita (e um pouco nauseante, é verdade). O jogo se passa no universo de EVE e traz tudo o que os fãs esperam de um bom título do gênero: diferentes tipos de naves, combates multiplayer intensos e frenéticos, gráficos estonteantes e até a participação da atriz Katee Sackhoff (de Battlestar Galactica e Star Wars: Clone Wars). Com a promessa de uma experiência tão imersiva a ponto de você realmente se sentir como um piloto de caça, é difícil não ficar empolgado e impressionado com o título. 

Gran Turismo Sport

Primeiro game da franquia de corrida para PlayStation 4, Gran Turismo Sport não será um Gran Turismo 7 e nem um simples prólogo da série. As novidades do título já são bem animadoras: além do maior foco no automobilismo e da parceria com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o game terá suporte ao PlayStation VR. Unindo isso aos gráficos, sons e física melhorados, o game promete fazer bonito. Além disso, o uso do VR pode nos trazer maior profundidade e melhor noção de distâncias e velocidades. Não sabemos exatamente como o título vai se sair, mas parece promissor.

Harmonix the Easel

Aqueles que ansiavam por um título que trouxesse uma experiência parecida com a do Tilt Brush, do HTC Vive, já podem comemorar. Em Harmonix the Easel, você utiliza o PlayStation Move para fazer desenhos em um espaço tridimensional com diversos tipos de pincéis disponíveis. Porém, a Harmonix é conhecida por seus jogos que envolvem experiências musicais e The Easel não foge à regra. Aqui, você pode escolher uma música (é possível carregar suas próprias músicas ou selecionar as que já existem no jogo), que depois é analisada por um sistema chamado "Sistema de Análise da Harmonix", um algoritmo que mede coisas como o ritmo, as batidas e até a "energia" de uma canção. Com isso, os pincéis que você utiliza para desenhar reagem de acordo com a música que está tocando, permitindo que o jogador crie um universo de cores e luzes e leve a pintura a outro patamar.

É difícil imaginar como isso funcionará na prática, mas a ideia já impressiona. Afinal, a mistura entre arte, música e realidade virtual parece ser uma combinação excelente.

Robinson: the Journey

A Crytek produziu duas demos para realidade virtual: Back to Dinosaur Island 1 e 2. Ambas tiveram um feedback bastante positivo, e isso encorajou a empresa a se arriscar na realidade virtual com um jogo completo. Foi aí que nasceu Robinson: the Journey. Revelado durante a Paris Games Week, o título surpreendeu por diversos motivos. O fato de ser a primeira experiência da Crytek com realidade virtual é um deles, e isso por si só já é garantia de altas expectativas, já que a empresa é conhecida pela qualidade de seus jogos. 

O jogador fará o papel de um jovem que faz um pouso forçado com sua aeronave em um planeta habitado por dinossauros e robôs. No trailer, já podemos ter uma ideia do quão desafiador e belo será o jogo, com um ecossistema rico e efeitos impressionantes. A intenção da equipe com o game é criar um ambiente visualmente fiel e alcançar um nível de autenticidade jamais visto, não só com relação aos gráficos, mas também no que diz respeito à história. Se eles conseguirão cumprir o que prometem, ainda é cedo dizer, mas que o potencial do game é bastante alto, ninguém tem dúvidas. Quem aí está ansioso para desbravar um novo planeta cheio de perigos e belezas?

Eclipse

Eclipse (título provisório) está sendo produzido por um estúdio startup de VR fundado por Jonathan Hawkins, que já trabalhou em God of War I, II e III. Mas, o jogo em si nada tem a ver com o deus da guerra que conhecemos. Em Eclipse, você precisa explorar um planeta desconhecido e misterioso, onde habitava uma antiga civilização. Após encontrar um dispositivo, chamado de Artefato, você poderá manipular elementos físicos e usar isso a seu favor durante a aventura. 

É verdade que essa temática espacial parece estar sendo muito explorada pelas empresas que produzem jogos para VR, mas Eclipse consegue se destacar por causa dos belíssimos cenários e pela promessa de construir mecânicas que aproveitem ao máximo o uso do acessório de realidade virtual. Poucos detalhes foram divulgados até agora, mas uma coisa é certa: se o jogo for tudo isso o que vimos até agora, ele será um título obrigatório para qualquer dono de VR que curta exploração em primeira pessoa.

RIGS Mechanized Combat League

RIGS é um game multiplayer competitivo de tiro em primeira pessoa (a definição é grande) em que o jogador pilota Mechas e precisa competir com outros jogadores em estádios enormes e detalhados. Junto de sua equipe (são dois times com três membros cada), será necessário levar uma bola até o centro do campo enquanto evita adversários, mísseis e tiros. É possível utilizar diversas estratégias diferentes, como combate corpo a corpo ou ataques furtivos. É por essas e outras que esse parece ser um dos jogos mais divertidos do PlayStation VR até agora.

Dreams

O novo game da Media Molecule (a mesma que produziu jogos como LittleBigPlanet e Tearaway) pegou todos de surpresa com sua proposta inovadora. O título é uma mistura de jogo com simulação e criação, pois permite que o jogador utilize a sua imaginação para construir qualquer coisa que desejar. Quer criar um mundo com neve e ursos polares? Tudo bem. Prefere fazer um mundo mais sombrio, com uma ursinha de pelúcia que massacra zumbis? Sem problemas. 

O fato de o título fazer uso do VR pode trazer uma nova forma de interação entre essa ferramenta e os jogadores, revolucionando o gênero. Fazer uso dessa ferramenta em realidade virtual parece ser bem promissor e é difícil segurar a ansiedade para conferir o resultado.

Menções honrosas

Em meio a vários jogos bastante promissores, foi difícil escolher apenas 10 para compor a nossa lista. Por isso, vale a pena citar alguns outros games que prometem fazer bonito com o PlayStation VR: Ace Combat 7, ADR1FT, Eagle Flight, Golem, GNOG, The Hum: Abductions, Project CARS, Tekken 7, The London Heist, Until Dawn: Rush of Blood e Xing: The Land Beyond.

E você, leitor? Concorda com essa lista? Lembrou de algum outro jogo que não foi mencionado e mereça uma citação? Deixe a sua opinião nos comentários!


Revisão: Érika Honda
Capa: Gabrielle Mustafa
July Dourado é aspirante a jornalista e redatora no PlayStation Blast. Sua paixão por games começou com o Nintendo 64 e só tem crescido desde então. Além dos games, também é viciada em séries de TV e gatos.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook