Saiba o que rolou no estande da Sony na Brasil Game Show 2013

A Brasil Game Show 2013 chegou ao fim e deixará lembranças em todos os que tiveram o prazer de visitá-la. Apresentando diversas novidad... (por Gabriel Vlatkovic em 29/10/2013, via PlayStation Blast)


A Brasil Game Show 2013 chegou ao fim e deixará lembranças em todos os que tiveram o prazer de visitá-la. Apresentando diversas novidades que estarão disponíveis em breve nas prateleiras, a feira marcou, principalmente, pelo embate entre os dois consoles da nova geração, o Xbox One, da Microsoft, e o PlayStation 4, da Sony. Contudo, o estande da Sony exibiu não apenas detalhes de seu novo console, como também trouxe diversos títulos de qualidade para seus consoles atuais, que ainda têm muita lenha para queimar. Confira nesta matéria tudo de mais interessante que nos foi apresentado este ano pela gigante japonesa em nossas terras tupiniquins.


O estande

Com tanto a mostrar a seus fãs, não é de se estranhar que a Sony possuía um dos maiores espaços de toda a feira. Com um visual moderno e limpo, o estande era um dos mais espaçosos (mesmo que cheio de atrações) e organizados da BGS. Logo que chegávamos ao local, nos deparávamos com um carrão cercado por cockpits e volantes com Force Feedback, montados para que os jogadores pudessem testar em primeira mão o novíssimo Gran Turismo 6. Daí para frente, o espaço foi preenchido com diversas estações com consoles PS3, PS4 e PS Vita, que, em conjunto, exibiam uma grande variedade de jogos muito interessantes para serem testados.

Amplo e organizado, o estande da Sony foi um dos mais legais da feira!
Para completar, a Sony tratou de instalar uma pequena loja que disponibilizou os maiores lançamentos para PlayStation 3 da temporada, a novíssima linha “Favoritos”, com jogos de calibre sendo vendidos a preço de banana, e diversos itens, tais como cadernos, camisetas e outros produtos. Logo acima da loja, um telão exibia vídeos de diversos jogos da linha PlayStation e Tweets do público do evento que enalteciam o espaço da empresa. Contudo, a maior atração desta parte do estande era o PlayStation 4. Exibido em uma vitrine com quatro controles, cada um iluminado por uma cor, o console foi o campeão de admiradores que paravam a todo momento para fotografá-lo. E ainda nem falei do principal: os jogos!

A nova geração!

A Sony disponibilizou cerca de trinta consoles PlayStation 4 para serem testados pelo público, e a seleção de jogos não poderia ter sido melhor! Com exceção de Infamous: Second Son, os jogos mais esperados do PlayStation 4 como Driveclub, Killzone: Shadow Fall, Knack e Assassin’s Creed IV: Black Flag marcaram forte presença nas estações de testes, sendo facilmente os mais disputados de toda a feira.  Mas a Sony não se esqueceu de seu discurso realizado na E3 quanto à atenção que daria às desenvolvedoras indies nessa geração e trouxe jogaços como Contrast e Octodad: Dadliest Catch, que na minha opinião, foi o melhor título exibido em toda a feira. Infelizmente, as filas eram muito grandes e o tempo de gameplay permitido era muito curto. Mesmo assim, eram muitos consoles e foi possível a todos os ansiosos fãs sentirem o gostinho do que lhes aguarda em um futuro próximo (ou não tão próximo, considerando estratosférico preço de lançamento do console no Brasil).

Tão perto e tão longe...

PlayStation 3: muita lenha para queimar

Apesar de um pouco ofuscado pela grande novidade que era o PlayStation 4, o PlayStation 3 marcou grande presença no estande, com diversas estações de teste contendo os principais lançamentos recentes do console. DeThe Last of Us a The Wonderbook, a Sony mostrou a versatilidade da line-up de seu console, que já completa sete anos de idade. Entre os destaques exibidos para o PS3, Beyond: Two Souls foi um dos mais disputados, logo ao lado do encantador Puppeteer, que arrancava sorrisos de todos os jogadores que lhe deram uma chance.

The Wonderbook foi uma das atrações disponíveis para o PlayStation 3!
Contudo, a grande estrela do PlayStation 3 foi Gran Turismo 6. Contando com uma boa quantidade de cockpits ao redor de um carrão, os jogadores tiveram a chance de testar o título da forma mais imersiva possível. Com gráficos belíssimos e equiparáveis aos de Driveclub, o jogo foi o que mais atraiu jogadores no setor dedicado ao console da geração atual da Sony, acarretando filas imensas.

Vita, é você?

Apesar de um pouco apagado, o PS Vita também marcou presença no estande da Sony. Infelizmente, as estações do console só serviram para nos lembrar que o portátil ainda não possui títulos o bastante para atrair jogadores. Entre os títulos expostos havia The Walking Dead, Epic Mickey 2: The Power of Two e Lego Marvel Super Heroes. Apesar de divertidos e interessantes, os jogos estão longe de serem blockbusters e, perto de tantos jogos de altíssima qualidade para os consoles de mesa, era difícil parar para notar o ex-pequeno notável da indústria.

Até o PS Vita marcou presença no estande

O prêmio do ano

A Sony ainda teve uma ideia criativa para fazer com que os jogadores testassem o máximo possível de seus novos produtos. Ao experimentar qualquer título no estande o jogador recebia uma cartela que era preenchida com carimbos. Cada carimbo valia um cupom para participar de um sorteio valendo um novíssimo (e caríssimo) PlayStation 4, o primeiro do Brasil. Durante os dias de feira, vimos a urna sendo cada vez mais preenchida com cupons de jogadores esperançosos de todo o país. O felizardo receberá o console no conforto de seu lar e poderá desfrutar a posse do incrível console sem pagar absolutamente nada. Houve quem buscasse incessantemente cupons, encarando filas e mais filas, e quem desistisse no meio do caminho, mas, no geral, os carimbos viraram a mania da BGS.

A cartelinha da Sony virou a febre do evento!

O melhor estande?


A Sony veio com tudo. Apresentou uma line-up incrível com uma quantidade enorme de consoles, principalmente se comparada à Microsoft, que possuía poucas estações de teste para o público geral. Com jogos de tirar o chapéu, uma loja própria e um nível atenção igual para todos os seus produtos, a empresa provavelmente cativou muitos visitantes desta edição da BGS e se consagrou como a melhor expositora da feira. Resta esperar para que todo este carinho e dedicação seja aplicado em uma futura nova análise do valor do console no Brasil.

Revisão: Samuel Coelho
Capa: Daniel Machado
Gabriel Vlatkovic é economista formado pela Unicamp. Trabalha como Analista de Finanças e joga videogames há quase vinte anos. Adora ouvir música, assistir a filmes e seriados e discutir a Timeline de Zelda. Quando não está trabalhando, está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook